Chega a 1 de novembro, terá como título Roubados, será um álbum bastante diferente dos últimos trabalhos de Aldina Duarte e incluirá um dueto da fadista com o cantor António Zambujo. Eis alguns dos ingredientes que se conhecem já do próximo disco de Aldina, revelados esta sexta-feira. Foi ainda tornado público o primeiro tema do álbum, intitulado “Vendaval” e descrito como “um sucesso de Tony de Matos” composto por Joaquim Pimentel e António Rodrigues.

Pelo que se percebe do álbum, Roubados terá uma forte ligação com o passado — de Aldina e do fado, que tantas vezes se misturam e confundem. No ano em que celebra um quarto de século de carreira, a fadista escolheu lançar um disco que “não tem nenhuma letra escrita por ou para si e não inclui nenhuma melodia do Fado Tradicional, matéria poética e musical exclusiva em todos os seus discos anteriores”, como se lê num comunicado enviado à imprensa. Terá, ao invés, um conjunto de “doze fados originais feitos para alguns dos fadistas mais importantes da história do fado, aos quais [Aldina] chama versões, fazendo referência ao nome dos seus criadores na contracapa” e que a fadista “reconstruiu e desconstruiu”, sendo de “sua inteira responsabilidade a produção musical, que passa pelo conceito, arranjos e sonoridade” do disco.

A capa do álbum será uma fotografia de Aldina Duarte com 21 anos, “idade em que se encantou pela arte que se tornou na segunda grande revolução da sua vida”.

[A capa do disco:]

Alguns dos fados musicalmente reconstruidos e desconstruidos por Aldina Duarte para este seu próximo álbum “são considerados clássicos”, por serem, “desde sempre, os fados mais cantados nas casas de fados e gravados por todas as gerações”. Porém, além dos chamados clássicos, o disco incluirá também temas que “ficaram perdidos na obra de alguns grandes fadistas e são quase desconhecidos, dentro e fora do mundo do fado”. É o caso de “Veio a Saudade”, de Beatriz da Conceição, “Arraial”, de João Ferreira-Rosa, ou “Porta Maldita”, de Maria da Fé.

Entre os elementos que participam no disco idealizado por Aldina Duarte estão os músicos que a acompanham à guitarra: Paulo Parreira (guitarra portuguesa) e Rogério Ferreira (viola). Além destes, há uma participação especial, do cantor António Zambujo. O comunicado oficial que revelou a data de lançamento deste novo disco lembra que Aldina Duarte e Zambujo trabalharam “muitos anos no Sr. Vinho” e adianta que o duo “improvisou” no fado “Rosa Enjeitada”.

Alinhamento do disco:

01. Vendaval (Joaquim Pimentel/António Rodrigues)
02. Fado da Sina (Amadeu do Vale / Jaime Mendes)
03. Não Me Conformo (Emilio Vasco / Minz Pereira)
04. Veio a Saudade (António Campos / Jorge Barradas)
05. Praia de Outono David Mourão-Ferreira / Nóbrega e Sousa
06. Porta Maldita (Jorge Rosa / Fontes Rocha)
07. Oiça Lá Ó Senhor Vinho (Alberto Janes)
08. Arraial (João Ferreira Rosa)
09. Vem (Júlio de Sousa)
10. Senhora da Nazaré (João Nobre)
11. Padre Nosso (Frederico de Brito / Armando Freire)
12. Rosa Enjeitada (José Galhardo / Raul Ferrão)