Se ainda não entrou no espírito de Natal, não é o único. Com o trabalho, a família, os filhos e, em casa, as séries, as redes sociais… é (mais ou menos) normal que acabe por se abstrair um pouco do espírito que começou a invadir as ruas. Mas ainda vai muito a tempo.  As cidades ainda agora começaram a criar a sua magia luminosa para decorar as ruas, torná-las acolhedoras e transportar-nos para o estado de espírito do Natal.

A tendência, este ano, parece ser consensual e semelhante ao que tem vindo a acontecer ano após ano: lâmpadas de baixo consumo com tecnologia LED, o que representa uma poupança de energia na ordem dos 80%. Natal mais ecológico e amigo do ambiente, sem dúvida. Nas ruas e nas nossas casas.

As iluminações nas ruas de Norte a Sul

Luzes de todas as cores, árvores de natal luminosas, pais de natal, renas, coroas, estrelas, presépios e há mesmo quem goste de levar a família num passeio diário pelas ruas para absorver a magia das decorações de luzes. É aquela altura do ano em que tudo nos parece mágico e somos transportados para as nossas memórias de anos passados quando éramos crianças e ainda acreditávamos nas histórias de Natal. Talvez seja mesmo esse o propósito das iluminações. Levar-nos numa viagem que nos dá esperança para o próximo ano.

Tome nota na agenda para levar a sua família ao início das festividades:

– Em Lisboa, as luzes vão acender-se no dia 29 de Novembro. Pelas 18h, na Praça do Comércio, o presidente da Câmara Municipal vai carregar no botão que liga todas as iluminações da capital. As crianças vão poder ver a árvore de Natal de 30 metros acender-se e iluminar toda a praça.

– No Porto, a inauguração oficial das luzes vai ser no dia 30 de Novembro e a árvore de 30 metros na Praça do General Humberto Delgado vai ser ligada. As iluminações vão estender-se por 80 ruas da cidade num total de mais de 2 milhões de micro lâmpadas LED de baixo consumo.

Árvores de Natal de Lisboa e Porto em 2018. Imagens de Pinterest.

Árvores de Natal de Lisboa e Porto em 2018. Imagens de Pinterest.

Mas todo o país vai estar em festa. Damos alguns exemplos:

– Leiria vai ter uma bola de Natal com 12 metros de altura e espetáculos de luz, cor e som;

– Braga, uma árvore de Natal de 16 metros e uma estrela gigante no Monte Picoto;

– Caldas da Rainha vai ter uma pista de gelo ecológica, um balão de ar quente e um presente gigante de sete metros, numa espécie de recinto de Natal ao ar livre; – Funchal, além da árvore de Natal, vai haver um padrão luminoso inspirado nos navegantes portugueses e anjos com três metros de altura.

Tendência eco também em casa

Se gosta de celebrar o Natal com tudo a que tem direito, pode continuar a fazê-lo. Mas tenha sempre em mente que a desculpa de que só é Natal uma vez ao ano não pode ser justificação para extravagâncias. Damos algumas dicas:

– Opte sempre por iluminações LED porque reduzem os custos energéticos em cerca de 80% em comparação com as lâmpadas tradicionais;

– Desligue sempre as luzes durante a noite (as de casa e as das janelas ou fachada da casa);

– Reutilize as decorações de Natal de outros anos;

– Opte por papel de embrulho reciclado;

– O mesmo se diz dos postais e etiquetas para os presentes: reciclados;

– E guarde para o próximo ano tudo o que possa reaproveitar, desde sacos a papel de embrulho e caixas.

Descubra outras sugestões em https://observador.pt/seccao/mercado-de-natal-2019/