Separar o trigo do joio. Este poderia ser o mote do Black Friday, porque, com a loucura das promoções, acabamos por comprar coisas por impulso e que, eventualmente, não são tão necessárias. A sexta-feira negra é um dia para compras exclusivas, para antecipar os presentes de Natal e para uma loucura ou duas. Mas tenha em mente que vale a pena apostar em produtos úteis, de luxo, e que vai usar o ano inteiro. Por isso, não gaste dinheiro (nem tempo) à procura de pechinchas só porque estão mais baratas.

Um estudo realizado pela Fly Research concluiu que a maioria dos portugueses começa a fazer as suas compras de Natal em Novembro (33%), seguido de quem deixa para Dezembro (30%). Apenas uns corajosos 8% começam logo em Outubro. Mais interessante ainda são os motivos: 44% prefere comprar presentes com antecedência para poupar dinheiro, 40% quer garantir que aquilo que pretende não esgota e a maioria — 55% — quer aproveitar as oportunidades da altura, nomeadamente a Black Friday. E para 40% dos portugueses, a sexta-feira negra é o dia em que irão fazer a maioria das suas compras.

Se faz parte deste número, deixamos algumas dicas:

  • Priorize as suas compras. Faça uma lista do que precisa ou quer comprar, e colocando por ordem de importância para não cair em tentações;
  • Dê prioridade aos itens que vai usar o ano inteiro, como perfumes, produtos de beleza ou roupa. Neste dia, vai conseguir comprar com bons descontos;
  • Faça carrinhos de compras antecipados nas lojas online para que, à meia noite, consiga comprar antes de esgotar;
  • Escolha aqueles produtos de culto e que são presentes especiais e únicos para antecipar as suas compras de Natal.

Para ajudar, deixamos algumas sugestões de compras de luxo a não perder, e que são bons achados para si ou para antecipar presentes de Natal:

12 fotos

Descubra outras sugestões em https://observador.pt/seccao/mercado-de-natal-2019/