O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol anunciou esta quinta-feira que abriu um inquérito aos incidentes do passado domingo no túnel do Estádio do Jamor, no intervalo do jogo entre o Belenenses SAD e o FC Porto.

Depois do final da primeira parte, e quando o resultado marcava uma igualdade que acabou por se manter até ao fim do jogo, os dois treinadores — Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro — envolveram-se numa troca de palavras acesa. Em imagens entretanto reveladas pela SIC, o treinador do Belenenses SAD é mesmo ouvido a afirmar que foi atingido com “um soco”: ainda que nunca refira que foi Sérgio Conceição o autor da agressão.

Ainda de acordo com a SIC, a PSP terá interrogado os dois treinadores sem os identificar (por considerar que se tratam de figuras públicas que não necessitam de identificação) e nenhum deles referiu a alegada agressão nas respetivas declarações. Já esta quarta-feira, na antevisão da receção ao Feyenoord em jogo da Liga Europa, Sérgio Conceição foi questionado sobre o sucedido mas o assessor de imprensa do FC Porto garantiu desde logo que o treinador não ia comentar o assunto.

O Conselho de Disciplina deve agora solicitar às imagens da videovigilância do túnel do Estádio do Jamor: que, de acordo com o jornal Record, tem câmaras de vigilância que também registam som ao longo de todo o comprimento. De acordo com as normas do organismo da Federação Portuguesa de Futebol, e se algum dos treinadores for acusado de agressão, a infração é considerada muito grave e pode levar a uma punição de 22 a 273 dias de suspensão.