A “história” já vinha de trás mas teve em abril de 2017 o seu ponto mais negro: com pouco mais de dois minutos realizados, Marco Gonçalves, avançado do Canelas 2010, agrediu um árbitro à joelhada e terminou de imediato o encontro com o Rio Tinto. O conjunto com menos de uma década de existência já não tinha propriamente a melhor fama, como se percebeu pelo boicote de 12 clubes que pertenciam à Associação de Futebol de Porto aos seus jogos, mas esse episódio colocou em definitivo os holofotes no clube de Vila Nova de Gaia que foi extinto na temporada de 2005/06 e reativado com essa pequena nuance do ano de fundação no nome.

Jogador do Canelas agride árbitro à joelhada. Jogo acaba aos 2 minutos

Marco Gonçalves, também conhecido por ser da claque Super Dragões, foi julgado e condenado, em novembro de 2017, a 11 meses de prisão com pena suspensa (ao longo de 24 anos), além do pagamento de uma indemnização de 3.600 euros, à proibição de frequentar estádios durante 11 meses e a submeter-se a acompanhamento por técnicos da Reinserção Social. Mas se é verdade que o antigo jogador do Canelas 2010 era foco das notícias, o clube, e em específico a equipa, continuava o seu trajeto desportivo. E um trajeto marcado pelo sucesso.

Marco Orelhas, o jogador mais temido do Canelas que já foi benfiquista ferrenho

Após ter subido de divisão nessa época de 2016/17, sendo o primeiro classificação da Série 1 da Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto, o Canelas 2010 acabou por não conseguir a manutenção na primeira experiência que teve no Campeonato de Portugal mas, apenas uma temporada depois, assegurou de novo a ascensão ao terceiro escalão do futebol nacional, onde se encontra agora ocupando um estável oitavo lugar da Série B. No entanto, é na Taça de Portugal que o clube onde atua também Fernando Madureira, ou Macaco, o líder dos Super Dragões, tem feito história. Ou melhor, já tinha feito história e esta quarta-feira prolongou essa mesma história.

Canelas 2010. A vida (difícil) depois do boicote

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de ter eliminado o Valadares Gaia (também do Campeonato de Portugal, por 3-1) e o Ançã (das Distritais de Coimbra, por 4-0) em casa, o Canelas 2010 conseguiu depois dois triunfos fora no desempate através de grandes penalidades, de novo frente ao Valadares Gaia (que tinha sido um dos repescados da primeira ronda, 0-0 e 11-10 nos penáltis) e Pedras Salgadas (do Campeonato de Portugal, 0-0 e 6-5 nos penáltis). Esta tarde, a formação de Vila Nova de Gaia foi à Sertã derrotar o Sertanense, do Campeonato de Portugal, por 1-0 com golo de Baba Zakaria (16′), aumentando assim o feito histórico e chegando a uma inédita presença nos quartos da Taça.

Isto até dói. A violência do Canelas em 7 vídeos

Além do Canelas 2010, estão já apurados também para a próxima fase o Ac. Viseu (que derrotou o Desp. Chaves por 1-0), Varzim (Anadia, 2-1 a.p.) e Rio Ave (Marinhense, 2-0). Ainda nos oitavos, faltam disputar os encontros P. Ferreira-Sp. Espinho, Benfica-Sp. Braga, FC Porto-Santa Clara e Famalicão-Mafra.