A Bertrand vai publicar, a 7 de fevereiro, a novela gráfica de A História de uma Serva, a famosa distopia de Margaret Atwood adaptada para a televisão pela Hulu. O volume, com ilustrações da também canadiana Renée Nault, vai chegar às livrarias portuguesas um mês antes de Os Testamentos, último romance da autora e um dos lançamentos mais aguardados de 2019, pela mesma editora.

A sequela de A História de uma Serva passa-se 15 anos depois do final da famosa distopia de 1985. A história é contada da perspetiva de três mulheres de gerações e meios diferentes: Aunt Lydia, líder de Ardua Hall; a filha de um comandante, Agnes Jemima, nascida e criada em Gilead; e Daisy, uma adolescente canadiana. Desvenda muitos dos mistérios deixados em abertos no livro anterior e responde a muitas das perguntas que Atwood recebeu dos fãs ao longo dos anos.

A novela gráfica do clássico da Margaret Atwood chega em fevereiro. A Bertrand é a editora responsável pela publicação da obra da canadiana em Portugal

Publicado 30 anos depois do seu antecessor, Os Testamentos, um dos livros mais aguardados de 2019, foi um sucesso imediato no Reino Unido (ocupou o primeiro lugar do top de vendas durante várias semanas depois de ter sido colocado à venda em setembro) e foi desde logo apontado como um dos favoritos a vencer o Booker Prize, o que acabou por se confirmar em outubro passado. Atwood partilhou o importante prémio de literatura inglesa com a britânica Bernardine Evaristo, autora de Girl, Woman, Other, romance que será publicado em Portugal em junho pela Elsinore.

Além destes dois livros, a Bertrand vai publicar em 2020 a novela Elevação, de Stephen King, Transcrição, da britânica Kate Atkinson, e Genesis, de Robert Cook. Na não-ficção, as apostas são A (R)evolução do Homem, de Phil Barker, Guia Prático para Vencer a Ansiedade, de Diogo Telles Correia e José Almeida Brites, e O Lado Negro da Mente, de Kerry Daynes.