O Ministério da Educação revelou esta terça-feira que “ainda esta semana” vai reunir-se com a direção da Escola D. Pedro I, em Vila Nova de Gaia, que vai fechar a partir de quarta-feira mais cedo por falta de funcionários.

“Ainda esta semana haverá nova reunião com a direção da escola, no sentido de clarificar os procedimentos adotados”, referiu, em resposta escrita à agência Lusa, o Ministério da Educação.

A Escola D. Pedro I vai fechar a partir de quarta-feira às 15h, cerca de três horas e meia mais cedo do que o habitual, por falta de funcionários, informou esta terça-feira a associação de pais.

“A decisão foi tomada pela direção [da escola] e compreendemos. Atingiu-se um limite e, mais do que o transtorno que é causado aos pais, está em causa a segurança das crianças e a segurança é prioritária“, disse à agência Lusa o presidente da associação de pais, Carlos Gonçalves. Já de acordo com o presidente da Federação das Associações de Pais do Concelho de Gaia, José Cardoso, o número de “funcionários atribuído a esta escola é de 18, mas, em alguns dias, estão 11 ao serviço e, em outros, 12, devido a baixas prolongadas”.

A Lusa contactou o gabinete do ministro Tiago Brandão Rodrigues no sentido de obter esclarecimentos sobre esta situação, tendo a tutela revelado que “os serviços do Ministério da Educação deram as respostas ajustadas às situações apresentadas pela direção da escola” e que, “além dos concursos de contratação de assistentes operacionais, com a consequente bolsa de substituição, o ministério atribuiu um reforço de horas”.

Ainda de acordo com a resposta da tutela, esse reforço de horas foi autorizado “em novembro, para complementar, igualmente, as ausências de trabalhadores que se encontravam de baixa”. “Não sendo entendível como, passados três meses, esses funcionários ainda não estejam ao serviço, ainda esta semana haverá nova reunião com a direção da escola, no sentido de clarificar os procedimentos adotados”, termina a resposta.

O estabelecimento de ensino, com cerca de mil alunos do 5.º ao 9.º ano de escolaridade, está localizada na freguesia de Canidelo, no concelho de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto. A D. Pedro I é a escola-sede do Agrupamento de Escolas com o mesmo nome que, no total, soma nove equipamentos escolares.

Carlos Gonçalves descreveu à Lusa que a comunicação sobre o encerramento da escola foi feita pela direção do agrupamento com o envio de avisos aos pais através dos alunos, bem como através dos diretores de turma.

Na comunicação lê-se que, “por falta de assistentes operacionais, é impossível manter em funcionamento alguns serviços da escola e a vigilância dos recreios, ficando em causa a segurança dos alunos”.

A escola fechará às 15h, quando habitualmente encerra às 18h30.

“Na prática não há aulas de tarde. A escola estará aberta até às 15h00, para que os alunos ainda consigam almoçar antes de ir para casa”, descreveu a associação de pais.