O piloto finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) conquistou este sábado a terceira ‘pole position’ da temporada do Mundial de Fórmula 1, ao ser o mais rápido na sessão de qualificação para o Grande Prémio Eifel, na Alemanha.

Bottas bateu o seu companheiro de equipa, o britânico e campeão mundial Lewis Hamilton (Mercedes), na derradeira tentativa, estabelecendo o melhor tempo da sessão em 1.25,269 minutos, menos 256 milésimos de segundo do que Hamilton.

Em terceiro lugar ficou o holandês Max Verstappen (Red Bull), a 293 milésimos do mais rápido.

A evolução dos Red Bull foi uma das notas dominantes da sessão.

A outra foi a presença do piloto alemão Nico Hulkenberg aos comandos do Racing Point do canadiano Lance Stroll, que se sentiu adoentado.

Hulkenberg, que já tinha substituído o mexicano Sérgio Perez nas duas provas realizadas em Silverstone este ano, quando o piloto da Racing Point acusou positivo a covid-19, estava no circuito alemão a comentar a corrida para uma televisão.

Chamado de emergência durante a manhã, fez um teste rápido à covid-19 para poder aceder ao ‘paddock’.

Acabaria por ficar com o 20.º e último tempo da sessão, a 2,752 segundos de Bottas, que conseguiu a 14.ª ‘pole position’ da carreira.

Nesta 11.ª corrida da temporada, Lewis Hamilton pode igualar o recorde de vitórias na Fórmula 1 (91), pertença do alemão Michael Schumacher.