A chuva intensa que começou a cair no Algarve durante a madrugada desta segunda-feira afetou sobretudo os concelhos de Olhão, Loulé, Silves e Albufeira, embora com situações “pontuais” no resto da região, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.

Até às 12h30, tinham sido registadas 80 ocorrências no distrito de Faro devido ao mau tempo, mas o número vai subir, já que algumas situações “estão a ser acompanhas a nível municipal e serão reportadas mais tarde”, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

Em Silves, a queda de dois muros causou danos em oito viaturas que estavam estacionadas na via pública e na zona industrial de Loulé houve “pequenas inundações” em armazéns, tratando-se de uma situação “localizada”, acrescentou.

No concelho de Olhão, que já tinha sido fustigado pelo mau tempo na passada sexta-feira, com várias inundações na via pública, a situação foi mais grave durante a madrugada, referiu. Já em Loulé, a precipitação foi mais intensa durante a manhã.

A chuva intensa afetou algumas habitações e estabelecimentos comerciais em toda a região, embora não haja nenhuma situação “muito relevante”, de acordo com a Proteção Civil.

Segundo a mesma fonte, as previsões para a parte a tarde “não são preocupantes”, devendo registar-se um “desagravamento da situação” no Algarve, embora a zona do sotavento (leste) algarvio possa vir a ser mais afetada.