O novo livro de poesia de Ana Luísa Amaral, Mundo, será editado em outubro, pela Assírio & Alvim, foi revelado esta terça-feira durante a apresentação das novidades literárias do Grupo Porto Editora para os últimos meses do ano.

Publicado dois anos depois de Ágora e apenas alguns meses após a poeta ter sido galardoada com o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana, Mundo é, nas palavras da editora, “uma paisagem de sons ao compasso dos cheiros” e das “cores” que liga “o texto à vida”: “A abelha e a flor em descanso, a mesa e a faca pousada, ou as gentes e as suas interrogações”.

Além do novo livro de Ana Luísa Amaral, a Assírio & Alvim irá publicar, também em outubro, uma edição revista da coleção de poemas de António Franco Alexandre. Da responsabilidade de Luís Manuel Gaspar, que trabalhou em diálogo com o autor, Poemas inclui uma nova secção de textos, “Carrossel”, escritos durante o confinamento.

Também Dobra terá, em outubro, uma nova edição. O volume, que reúne a poesia de Adília Lopes, foi profundamente revisto pela autora e muito ampliado. Além dos poemas incluídos na edição anterior, aos quais foram acrescentados alguns inéditos, Adília Lopes adicionou duas novas partes, que encerram o livro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Aves Dormindo Enquanto Flutuam, de Masaoki Shiki, encerrará, também no mesmo mês, a tetralogia de obras dos quatro grandes da poesia haiku, iniciada com Matsuo Bashô e continuada com Kobayashi Issa e Yosa Buson. As versões são de Joaquim M. Palma, assim como a introdução e notas.

Um mês antes, em setembro, a Assírio & Alvim publicará Ângulo Morto, a 14.ª recolha de poemas de Luís Quintais, e Avalanche, o novo livro de poesia de Marta Chaves.