Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

São Martinho na Musa

Rua do Açúcar, 83, Lisboa. Dia 13 de novembro a partir das 17h.

Para não deixar passar a efeméride: apesar de o São Martinho se assinalar a dia 11, há quem deixe os festejos para o fim de semana — é o caso da Musa, que assinala a data com uma festa no seu espaço em Marvila. Os anfitriões convidam uma tríade improvável de disco-jóqueis convidados para fazer “rolar canções chungas e com cheiro a bailarico de outono”, dizem os próprios, junto a um carrinho de castanhas que estaciona à porta da Fábrica Musa. Filipe Karlson, João Borsch e Rapaz Ego dão música durante os festejos a partir das 17h, que vêm acompanhados de um menu típico da estação com castanhas assadas, bifanas, caldo verde e pastéis de caldo com maionese de chouriço.

Há castanhas assadas para a ocasião e um menu bem regado com vinho espumante dos vinhos João Pato

Brunch de inverno no Sheraton Cascais

Rua das Palmeiras, Lote 5, Cascais. Sábados e domingos 11h30 às 13h30, das 13h30 às 15h30. Reservas: concierge@sheratoncascais.com/ 214 829 100. 29 euros.

Para um programa diferente em família: o frio já se faz sentir como alerta de que o inverno é a próxima estação na calha e o Sheraton Cascais Resort traz de volta o brunch, desta vez numa versão especial para aquecer os fins de semana mais gélidos. O novo menu assenta na partilha, com novidades no que diz respeito aos pratos principais: aos sábados vai ser servida corvina braseada com molho de champanhe e cachaço de porco assado à antiga, e aos domingos há lombo de salmão corado, com molho de aneto e mostarda e ainda um supremo de frango recheado com espinafres e alheira e molho de shimeji. Não faltam as opções tradicionais de padaria e pastelaria, ovos benedict, ovos mexidos com bacon, tostas de abacate com salmão fumado, iogurte com granola e fruta e, claro, a tábua de sobremesas que inclui doces como mini pastéis de nata, mousse de chocolate, arroz doce e espetadas de fruta com chocolate quente. O brunch é servido aos sábados e domingos entre as 11h30 e as 13h30 e das 13h30 às 15h30, por 29 euros por pessoa e 14,50 euros para as crianças (4-12 anos).

brunch sheraton cascais resort

O brunch inclui pratos principais para partilha e opções tradicionais de padaria e pastelaria ©DR

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Peça “O Estado do Mundo (Quando acordas)”

Calçada da Ajuda, 80, Lisboa. info@lucateatroluisdecamoes.pt. Várias datas e horários. 3 – 7 euros.

Para levar os miúdos ao teatro: o Teatro Luís de Camões, em Belém, estreia um novo espetáculo de teatro sobre o estado do mundo e as questões que se impõem hoje em dia como a sustentabilidade, alterações climáticas e decrescimento. Escrito por Inês Barahona e Miguel Fragata, da companhia Formiga Atómica, o espetáculo coloca em cena a relação causa-efeito entre pequenos gestos do quotidiano e grandes consequências ambientais (dia 12 às 18h30, dias 14, 21, 28 às 11h30, e dias 13, 14, 20, 21, 27, 28 às 16h30). Em cena, estará apenas um intérprete e uma panóplia de utensílios domésticos, retrato das vidas ditas normais, onde o consumo ocupa um lugar incontornável. “O Estado do Mundo (Quando acordas)” sublinha uma ideia de paradoxo, entre o que se defende a respeito deste tema e a incapacidade de abdicar de alguns comportamentos. A companhia apresenta ainda uma série online à qual deu o nome “Isto não é uma brincadeira – a crise climática” em oito mini-episódios, onde há tutoriais para preparar refeições sem desperdício, por exemplo.

"O estado do mundo" - LUCA

Há sessões para famílias e também para escolas, além da mini série online disponível nas redes sociais

São Martinho na Praça

Hub Criativo do Beato – Travessa do Grilo. Sábado 12h às 17h.

Para celebrar com os produtores: apesar de ainda não ter aberto portas oficialmente, a Praça do Hub Criativo do Beato prepara um evento pop up para dar uma achega ao que aí vem e aproveita para celebrar o São Martinho pelo meio. A Praça tem dado uma amostra daquilo que vai ser através do seu site, mas neste evento gastronómico os visitantes vão poder ter um cheirinho daquilo que será este projeto in loco, com direito a castanhas assadas, água-pé e sopa da pedra de Almeirim. O objetivo do evento é continuar a mostrar o que de melhor os pequenos e médios produtores portugueses produzem, exemplo disso são as castanhas biológicas de Trás-os-Montes, crocantes e tenras, que saem diretamente do assador, a água-pé e vinho natural vindos diretamente das Caldas da Rainha produzidos por Rodrigo Filipe, produtor dos vinhos Humus, bolo de castanhas da chef pasteleira Joana Xardoné, e sopa da pedra da Confraria de Almeirim. Num dos edifícios onde se vai erguer a Praça haverá ainda provas de degustação de vinhos e de produtos de charcutaria e queijos. Para a ocasião a Praça criou o menu Magusto composto por castanhas, sopa da Pedra, um copo de água-pé e uma fatia de bolo de castanha pelo valor de 16 euros por pessoa. No entanto, quem preferir também pode comprar apenas o que  deseja comer. O evento tem entrada gratuita, mas aconselha-se a reserva de lugar.

São Martinho na Praça - Hub Criativo do Beato

Além das castanhas, haverá água-pé e provas de vinhos e charcutaria

Exposição “Hergé”

Edifício Sede – Galeria Principal. Av. de Berna, 45A, Lisboa. Segunda, quarta, quinta e domingo 10h às 18h, sexta e sábado 10h às 21h. 5 euros.

Para ver trabalhos inéditos: esta é a exposição imperdível — sejam ou não fãs do icónico e eterno Tintin — até porque é a primeira vez que Portugal recebe uma mostra dedicada ao autor Georges Remi, conhecido por Hergé, com tesourinhos vindos diretamente do seu museu com materiais que vão desde a ilustração à BD, do desenho de moda às artes plásticas. A exposição foi organizada em colaboração com o Museu Hergé de Louvain-la-Neuve e reúne na Gulbenkian uma importante seleção de documentos, desenhos originais e várias obras criadas pelo autor de Tintin. A mostra deixa a descoberto do público pranchas originais, pinturas, fotografias e documentos de arquivo, revelando muitas vezes uma faceta do artista menos conhecida: a sua carreira como designer gráfico publicitário, revelada pelos seus cartazes altamente criativos. Em paralelo com a exposição decorrem várias conversas e debates, e esta sexta, às 18h, discute-se “Hergé e o Portugal do Estado Novo”.

"Hergé"

A exposição está dividida em vários núcleos da vida de Hergé © Pedro Pina

Menu executivo de inverno do Palácio Chiado

Rua do Alecrim, 70, Lisboa. 21 010 11 84. Segunda a sexta 12h30 às 15h. 14,90 euros.

Para comer sem abrir muito a carteira: o Barão, menu executivo do Palácio Chiado, está de volta com cara lavada e um cachecol de inverno, que o frio parece ter vindo para ficar. A pensar nos dias com temperaturas mais baixas que já se têm feito sentir, o Palácio Chiado desenhou um novo menu reconfortante para as horas de almoço agitadas na cidade. O menu está disponível todos os dias úteis entre as 12h30 e as 15h por 14,90 euros e inclui prato principal, bebida e café, com opções de peixe e carne. Entre os novos pratos há feijoada de choco com chouriço e choco frito, naco de novilho grelhado e arroz de chouriço no forno, filete de robalinho grelhado no carvão, risotto de espinafres com filete de linguado panado ou tacos de porco ibérico.

Naco de novilho - palácio chiado

O naco de novilho é um dos novos pratos do menu

Kefi – Greek Bistro

Calçada da Estrela, 187, Lisboa Segunda a domingo 08h30 às 23h.

Para ir à Grécia pela boca: abriu de mansinho, à espera de ganhar ritmo para acompanhar a cidade sedenta de coisas novas, mas já está na sua plenitude a funcionar de manhã à noite. O novo projeto de Hanna e Misha Lytvynenko, o casal responsável pelo já conhecido Heim e pelo Seagull Method Cafe, espetou na Estrela uma bandeira da Grécia com especialidades do país para serem comidas do pequeno-almoço ao jantar. O espaço é minimalista, com mobiliário em madeira polida, tudo a puxar os tons terra — com paredes inacabadas em pedra e um teto com relevo — e azul klein em vários detalhes. No menu deste bistro, a comida grega é rainha e feita, em grande parte, com ingredientes realmente da Grécia, como os vinhos, queijos e ervas, para que tudo o que se ali comesse fosse o mais autêntico possível. A ementa arranca com uma seleção de patês como o de tzatziki com iogurte grego, pepino e endro fresco (5,50 euros) ou o taramasalata (7,50 euros) com ovas de bacalhau, pão, cebola e azeite. A ementa segue com saladas como a de tomates e anchovas (10 euros), e uma panóplia de entradas como o pão de alho (3 euros), os legumes grelhados (4,90 euros), queijo saganaki com mel e sementes de sésamo (8 euros), os kalamarakia (9,90 euros) com calamares crocantes e maionese de ervas, ou o salmão marinado (10 euros) caseiro com tzatziki. Nos pratos principais há keftedes (9,90 euros) que são almôndegas gregas, pão pita e molho com beringela, moussaka (10 euros) com batata, beringela assada e carne moída ou porco souvlaki (12,50 euros) servido com pita, courgette grelhada e batatas. Nas sobremesas, a estrela da casa são os loukoumades, uma espécie de bolinhas de massa doce que podem ser servidas com mel e alecrim, creme tafita e nozes ou gelado (5 – 6,50 euros). O menu de pequeno almoço é servido entre as 8h30 e as 12h30 e contempla coisas como brioche caramelizado com iogurte e frutos vermelhos (7 euros), ovos mexidos com koulouri e abacate (8,50 euros) ou uma shakshuka grega com tomate, pimentos, azeitonas e ovo (10 euros).

Kefi - greek bistro

O novo projeto de Hanna e Misha Lytvynenko, o casal responsável pelo já conhecido Heim e pelo Seagull Method Cafe, espetou na Estrela uma bandeira da Grécia

Exposição “Next Generation”

Rua do Choupelo, 39, Vila Nova de Gaia. 12 de novembro até 9 de janeiro de 2022. Segunda a sexta 12h às 19h, Sábado e domingo 10h às 19h. 17 euros.

Para estar a par da moda nacional: o Museu da Moda e dos Têxteis, inserido no complexo de museus World of Wine em Vila Nova de Gaia, recebe a partir desta sexta a exposição “Next Generation” que junta os novos talentos das plataformas Bloom, do Portugal Fashion, e do Sangue Novo, da ModaLisboa. A nova mostra junta os trabalhos dos finalistas dos dois concursos de moda nacional, com Filipe Cerejo, Ivan Hunga Garcia, Maria Clara, Maria Curado e Veehana do lado da ModaLisboa, e Ahcor, Huarte, Marcelo Almiscarado, Maria Carlos Baptista e Keemsal do lado do Portugal Fashion.

Museu da Moda WOW - "next generation"

A exposição reúne os trabalhos dos finalistas de ambos os concursos

Festival de Teatro de Viana do Castelo

Rua Sá de Miranda, Viana do Castelo. 258 823 259. Até 20 de novembro.  967 552 988/ geral@tmsm.pt. 10 euros.

Para ir ao teatro: depois de uma edição afetada pela pandemia, o Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana regressa com um festival com uma programação especial, que arrancou esta semana e se prolonga até 20 de novembro com quase duas dezenas de espetáculos de companhias nacionais e internacionais que sobem aos palcos da Sala Principal e Sala Experimental do Teatro Municipal Sá de Miranda. O festival diz-se programado para todos os estilos e públicos, com espetáculos para a infância, espetáculos de dança e uma junção de temas da atualidade e alguns clássicos como o feminismo, transformismo, tirania e democracia. Este sábado pode ser visto “A Paz Perpétua” do Teatro Estúdio Fontenova, às 21h, e no domingo há “Sin Remite”, com Quique Mendéz (11h e 16h).

"Sin Rimite" com Quique Mendéz

“Sin Rimite” é uma das peças que está na programação do festival para ser vista em família

“OrigamiWeek” no Ikeda

Rua do Campo Alegre 416, Porto. Terça a domingo das 12h30 às 15h, das 20h às 23h. Reservas: 915 499 363/ reservas@ikeda.pt.

Para celebrar com uma arte ancestral: o restaurante japonês IKEDA Japanese Cuisine, no Porto, juntou-se às comemorações do Dia Mundial do Origami – que se assinalou a 11 de novembro – e organiza uma “Origami Week” até dia 18 deste mês. Durante estes dias, os clientes que visitarem o restaurante são convidados a construir os seus próprios origamis durante o tempo que esperam pelos pedidos, com as devidas instruções — basta olhar para o teto do espaço onde existem três mil grous de papel, feitos à mão e suspensos. No fim da iniciativa, os melhores origamis vão dar origem a uma exposição chamada “(Un)fold Japan”, que poderá ser admirada no NIWA – o jardim oriental com esplanada do restaurante, recentemente renovado. As propostas de origamis poderão também ser vistas e partilhadas nas redes sociais através da hashtag #origamiweek.

origami - ikeda porto

Os melhores origamis vão fazer parte de uma exposição na esplanada do espaço

Wilson Café

Rua Cândido dos Reis, 73, Porto. Domingo a quinta 10h à 01h, sexta e sábado 10h às 02h (fecha às segundas).

Para comer e beber no Porto: Wilson Café abriu portas nas redondezas dos Clérigos e da livraria Lello, em pleno epicentro da movida portuense, pelas mãos do proprietário do Bar WBlack e do Negra Café. Aqui a ementa é explorada para encher os olhos e as medidas com carta pronta para pequenos almoços, almoços e jantares. “As pessoas podem vir tomar o pequeno-almoço connosco, almoçar, lanchar ou até jantar e, antes de seguirem para a noite podem ainda beber algo connosco”, explica Bianca, a co-proprietária. Para começar o dia o destaque vai para a tosta de ovos mexidos e tomate (5 euros) ou para a de ovos escalfados com guacamole e caju (6 euros), mas há também panquecas doces e salgadas e bolos à fatia. Na secção de almoço ou jantar o menu tem a opção de mac & cheese com bacon (9 euros), ou vários hambúrgueres. Outra das estrelas desta casa do Porto são os chamados crazy milkshakes servidos em doses abundantes e com tudo a que se tem direito. Para copos que antecipam uma saída à noite, o Wilson Café tem várias opções de sangrias e cocktails de autor.

wilson café

As panquecas são um dos pontos fortes da carta

Boutique Caudalie

Largo Sao Domingos, Porto. 222 085 127/ boutique.porto@caudalie.com. Segunda a quarta 11h às 19h, quinta a sábado 12h às 21h.

Para abrir a carteira em novidades: é uma estreia tanto em Portugal como no mundo, a nova Boutique Spa Caudalie abriu portas no Porto como a primeira loja exclusiva da marca de cosmética francesa. Na cidade já havia um spa da marca, no hotel The Yeatman, mas faltava uma loja para os fãs dos produtos Caudalie poderem perder-se entre os clássicos e as novidades constantes da marca. O novo espaço quer-se assumir como uma espécie de spa urbano, com venda de produtos aliada a tratamentos faciais e corporais que podem ser feitos na boutique. A loja guardou alguns traços originais da antiga drogaria que ali se erguia antigamente, para criar um ambiente que funde o estilo francês mais requintado com o modernismo e funcionalidade que qualquer loja requer. Se no piso térreo se instala a loja propriamente dita, é no inferior que se encontram os dois gabinetes de tratamentos de relaxamento, feitos por terapeutas formados em França pela marca.

Caudalie Boutique Porto

Workshop de iniciação ao bordado

Rua da Picaria, 41 Porto. 13 novembro 14h30. Inscrições: ateliercosturaportuense@gmail.com. 50 euros.

Para mergulhar no artesanato: Joana Caetano tem mãozinhas mágicas e põe-as ao serviço do seu atelier Jubela com bordados catitas. Este sábado partilha com os curiosos e interessados os seus conhecimentos num workshop de iniciação ao bordado no Atelier de Costura Portuense, para ensinar os vários tipos e técnicas de bordado, como rematar e fazer acabamentos, e desafiando os participantes a bordarem alguns pontos básicos do bordado livre. A inscrição no workshop inclui o kit que traz um manual de pontos, um aro de bordar, suporte de linho/algodão, fios e agulha.

workshop de bordado - jubela

Peça “O Pecado de João Agonia”

Rua das Oliveiras 43, Porto. Até 21 de novembro quarta a sábado 19h, domingos 16h. 10 euros.

Para continuar a apoiar a cultura: o encenador e diretor artístico da companhia ASSéDIO, João Cardoso, traz ao Teatro Carlos Alberto (TeCA) um novo espetáculo “O Pecado de João Agonia”, onde volta a trabalhar o autor Bernardo Santareno, que já tinha trabalhado em 2017. O texto, publicado em 1961 por Santareno, é mais um do conjunto de obras em que este critica a oposição ao sistema opressivo da sua época, abordando temas como a homossexualidade e as questões religiosas. No dia 14, além de tradução simultânea em Língua Gestual Portuguesa, a récita conta ainda com uma conversa pós-espetáculo com o dramaturgo, encenador, ensaísta e professor Luís Mestre.

O Pecado de João Agonia

“Nunca mais é sábado” é uma rubrica que reúne as melhores sugestões para aproveitar o fim de semana.