Dark Mode 169kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

NOS Alive: os concertos

NOS Alive: os concertos

Dance, Avalanche

A arte mágica do “sample” é feita no computador, mas pode ser levada a palco com alegria, inteligência e espetáculo. Ninguém terá percebido nada, mas toda a gente dançou.
NOS Alive: os concertos

Duquesa, esse homem charmoso

Nuno Rodrigues foi ao Coreto para seduzir com uma guitarra nos braços. Foi um encanto saído do Norte Litoral e merecia pelo menos o dobro dos 20 minutos que teve. Pelo menos.
NOS Alive: os concertos

O passado negro e o presente dançante das Warpaint

As quatro mulheres voltaram a tocar no mesmo palco canções como "Undertow", que tanto faz lembrar os Nirvana. Mas a onda que as californianas parecem querer surfar agora é a da "New Song".
NOS Alive: os concertos

Querem ter uma banda como os The Kills? Boa sorte

Roquenrolar até ao fim? Isso queríamos todos. No NOS Alive, Alison Mosshart e Jamie Hince foram notáveis o suficiente para explicar como é que se chega lá e sem fazer um best of: e qual é o mal?
NOS Alive: os concertos

Savages: nunca nos vamos cansar de levar pancada

Terá sido este o melhor concerto do festival? A pergunta é um exagero mas as Savages também. Não há por aí ninguém que queira tomar conta do mundo desta maneira.
NOS Alive: os concertos

A eletrónica de Bonobo: quantos mais melhor

Simon Green editou no passado mês de janeiro um dos melhores álbuns de música eletrónica do ano. Esta noite demonstrou como a eletrónica também se faz com muita gente.
NOS Alive: os concertos

Os The XX e Portugal estão numa relação

554
Sete anos e seis concertos depois, a rotina ainda não se instalou e a paixão não esmoreceu. Romy, Oliver e Jamie ainda amam os portugueses e deram-lhes uma noite de declarações de amor entre canções.
NOS Alive: os concertos

Os Phoenix e as canções como se fossem croissants

"Como assim, croissants?" Explicamos: são doces, trabalhadas com cuidado e vêm de França. Mas neste palco faltou-lhes recheio para fazer a diferença. Isso e um som melhor.
NOS Alive: os concertos

Raio do Adams, a fazer a América grande outra vez

No final do concerto gritou o que era preciso gritar: "as pessoas ainda acreditam no rock'n'roll". A fé deste cowboy desesperado foi bonita de ver. Trump não diria ao mesmo e por isso está tudo bem.
NOS Alive: os concertos

Alt-j. Logo agora que o jogo estava a aquecer

2013, 2015 e 2017. Ouvir "Matilda" no Passeio Marítimo de Algés já é praticamente um evento bianual e nunca cansa. Mas foi precisamente quando o concerto estava a explodir que levámos uma tampa.
A página está a demorar muito tempo.