Exportações

Exportações derrapam 3,9% em março, segundo o INE

500

As exportações de bens, em valor nominal, caíram 3,9% em março de 2016. Queda das exportações para fora da União Europeia foram as principais responsáveis pela descida.

Manuel Moura/LUSA

As exportações portuguesas, em valor nominal, caíram 3,9% em março de 2016 em comparação com o mesmo mês do ano passado, informou esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). As importações desceram 0,8%.

A queda das exportações para fora da União Europeia foi a principal responsável pela descida. Esta rubrica caiu quase 15% em março, depois de já ter descido 17,6% em fevereiro, e contrastou com a subida ligeira (0,3%) das exportações para outros países europeus.

Considerando o primeiro trimestre como um todo, as exportações de bens desceram 2% e as importações aumentaram 1% (na comparação homóloga), adianta o organismo.

O INE esclarece que, se for excluído o efeito das exportações de Combustíveis e Lubrificantes, as exportações de bens caíram 1,3%. Este efeito explica-se, em parte, pela redução dos preços dos combustíveis (a variação é calculada com valores nominais).

ineineine1

Fonte: INE

A balança comercial portuguesa (de bens) passou a ter um défice maior — cresceu 133 milhões face a março de 2015 para 1.040 milhões de euros em março de 2016, um alargamento da diferença entre os bens que o país exporta e importa. Mesmo excluindo os combustíveis, houve um aumento do défice comercial de 185 milhões de euros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ecaetano@observador.pt
Cinema

“Against all odds”

Luis Carvalho Rodrigues

Em 1940 Winston Churchill tinha 65 anos. No dia em que tomou posse como primeiro-ministro, escreveu: “Toda a minha vida passada foi uma preparação para este momento e para esta prova.”

Serviço Nacional de Saúde

Salvar o SNS

Fernando Leal da Costa

A proposta de lei de António Arnaut e João Semedo cristaliza o financiamento do SNS e do direito à proteção de saúde num modelo que já está falido e não consegue deixar de ser sub-financiado.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site