Smartphones

Novo ‘smartphone’ da Asus aposta na fotografia

A ASUS apresentou o seu novo smartphone, o ZenFone Zoom S, onde optou por se focar na fotografia com uma câmara dupla que permite um zoom de até 12x. Não é um topo de gama, mas anda perto.

Autor
  • Miguel Videira Rodrigues

A Asus apresentou esta semana o seu novo ‘smartphone’, o ZenFone Zoom S, um equipamento focado na fotografia, com duas câmaras traseiras que, em conjunto, conseguem oferecer um zoom de até 12x e com características de destaque no que toca à fotografia em baixa luminosidade.

Com o slogan “capta o momento”, a Asus quis dar um grande passo no que toca ao ramo fotográfico num ‘smartphone” e apresentou o Zoom S que conta com a tecnologia SuperPixel, que oferece uma maior sensibilidade à luz criando resultados mais nítidos. Os resultados prometem ser de alta resolução mesmo com um grande zoom.

O ecrã AMOLED oferece cores vibrantes e muito bem conseguidas

Conta com um ecrã AMOLED de 5,5 polegadas, um corpo inteiramente metálico e mais fino que a geração anterior, uma bateria de 5000 mAh que garante cerca de dois dias de utilização intensiva e, claro, as duas câmaras traseiras de 12 megapíxeis e a frontal de 13 megapíxeis. Ambas contam com sensores Sony.

O processador é capaz de ser o “calcanhar de Aquiles” deste smartphone topo de gama uma vez que se trata de um Snapdragon 625, que está longe de ser o mais poderoso do mercado.

O foco da questão

As câmaras fotográficas foram o centro de todo o evento de apresentação da Asus. Das duas câmaras traseiras, a principal conta com uma abertura f/1.7, mostrando-se bastante capaz no que toca a fotografar em baixas condições de luminosidade, e uma lente grande angular para que o utilizador consiga captar mais cenário numa só fotografia. A câmara secundária é também de 12 megapíxeis, tem uma distância focal de 50mm e um zoom ótico de 2,3x capaz de, em conjunto com o digital, alcançar um zoom total de 12x.

Existe ainda a opção dedicada a retratos, semelhante à que é oferecida no iPhone 7, que permite fotografar objetos e pessoas com um desfoque de fundo acima do normal, criando assim imagens mais nítidas semelhantes às de uma câmara profissional. Claro que o resultado não fica igual mas, pelo que foi possível testar durante o evento de apresentação, não desilude.

Pelos testes no próprio evento conseguimos perceber que o Zoom S está bem pensado no que toca a fotografar um objeto distante mas que utilizar o zoom total não garante resultados de excelente qualidade, devido ao zoom digital que reduz sempre a qualidade. O facto de permitir guardar os ficheiros em formato RAW é um ponto extra para quem pretende ter uma maior liberdade de edição.

A focagem automática conta com a tecnologia TriTech+ que escolhe qual o melhor método de focagem consoante a fotografia que vai ser tirada. Existem três modos no smartphone: Dual Pixel PDAF, que consegue identificar o movimento dos objetos ou pessoas consoante a variação de luz; focagem laser que se mostra útil em fotografias a menos de 1,5 metros; focagem com acompanhamento do objeto em que o sistema acompanha de forma inteligente o ponto de foco.

Um smartphone e um powerbank

Com a capacidade de carregamento inverso, o ZenFone Zoom S tira o melhor partido da enorme bateria que o acompanha. Os 5000 mAh servem para manter o smsrtphone a funcionar durante dois dias sem grandes problemas, segundo a marca, mas também pode ser utilizado como powerbank para fornecer energia a outro equipamento externo.

A traseira é feita de metal e alberga o sensor de impressões digitais juntamente com as duas câmaras, o flash e os sensores laser

Segundo a Asus, o smartphone consegue oferecer 6,4 horas de gravação contínua de vídeo 4K UHD ou 42 dias em modo standby com uma única carga. A bateria generosa não impede que seja um smartphone com uma largura reduzida ficando-se pelos 7,9mm de espessura e por 170g de peso total.

O preço do equipamento é de 499,99 euros.

As características técnicas completas do equipamento (carregue na imagem para aumentar)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Redes Sociais

Um Facebook para todos

João Pires da Cruz
100

A democracia tem sido otimizada pelo crescimento das redes sociais. Aquilo que cada um de nós pode influenciar e a probabilidade de gerar uma avalanche cresceu. Deem um Facebook a todos!

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site