Dicas Auto

Quer um head-up display por 20 euros ou menos? Aqui está ele

276

Os dispositivos que permitem, sem tirar os olhos da estrada, ver a velocidade e saber onde temos de virar a seguir não são apenas “cool”. São bons para a segurança. E podem custar quase nada.

Autor
  • Alfredo Lavrador

O head-up display, sistema que permite ao condutor, sem tirar os olhos da estrada, saber quanto tempo falta para chegar ao destino, onde tem de virar a seguir e a que velocidade se desloca, e tudo o resto que verdadeiramente interessa, facilita a tarefa de quem está ao volante e, inegavelmente, incrementa a segurança.

O funcionamento destas soluções não podia ser mais simples, mas coloca dois problemas complicados de ultrapassar, pois não só são dispendiosos nos automóveis novos, como são impossíveis de montar em carros antigos. Até agora.

Fruto de uma série de fornecedores, a maioria quase desconhecidos, os head-up displays são um exemplo da democracia, no que respeita ao equipamento automóvel. Aquilo que tradicionalmente pode custar centenas de euros, está acessível a qualquer um, após uma visita ao Google e a sites como o Amazon ou o eBay.

Porque são práticas e baratas, aqui ficam umas propostas para que as suas deslocações se tornem mais simples e seguras. E, como a oferta é diversificada, nada melhor que analisá-la e escolher o head-up display que melhor se adapta às suas necessidades e ao seu veículo.

Uma das soluções é proposta pela Mpow, mas está longe de ser a única. Eis o top 5 das alternativas mais populares:

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Governo

A plateia dos patetas

Maria João Avillez

Um misto de leveza, manha, irresponsabilidade. Uma manipulação a partir do palco do poder para a plateia de patetas onde quem não é da geringonça é suposto estar sentado.

Agências de Rating

De BB+ para BBB-

Luís Aguiar-Conraria

A procissão ainda vai no adro. Para a Fitch e a Moody’s a dívida portuguesa anda é investimento especulativo. E, enquanto estivermos muito endividados, estaremos sujeitos aos maus humores dos mercados

Fernando Medina

Síndrome de Lisboa

Maria João Marques

O carro é um meio de transporte legítimo, os proprietários pagam impostos, pelo que têm direito a usá-lo quando assim lhes for mais confortável e conveniente, sem serem demonizados pelo edil lisboeta.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site