Steve Jobs, o carismático co-fundador e presidente da Apple até agosto de 2011 – escassos dois meses antes de morrer vítima de um cancro no pâncreas – almoçava quase sempre sozinho. A revelação é feita por um antigo trabalhador da empresa, David Black, que decidiu contar à Business Insider alguns pormenores de como é trabalhar na sétima empresa mais reputada do mundo.

De acordo com este designer e “especialista em inovação”, como o próprio se apresenta, os empregados da Apple acabavam de almoçar sempre uns 15 a 20 minutos antes de Jobs aparecer para comer a sua refeição. Isto porque o líder da empresa tinha por hábito questionar todos quantos encontrava sobre o que é que estavam a fazer, o que, por vezes, dava origem a algumas situações embaraçosas e caricatas.

“Jobs perguntou a um estagiário em que é que ele estava a trabalhar, quando estavam no elevador. Ele respondeu que estava a tratar da garantia de qualidade de um produto. Jobs então perguntou-lhe: ‘Porque é que está a descer? Devia estar a subir para voltar para o trabalho.’ O miúdo ficou pálido. E Steve disse: ‘Estava só a brincar'”, recorda Black.

Numa outra ocasião, lembra, uma estagiária também andou no elevador com Jobs e foi questionada pelo patrão sobre o que andava a fazer. Quando ela lhe explicou, Jobs exigiu ver naquele momento o projeto. “É por isso que ninguém queria estar perto do Steve. Porque tinha de mostrar serviço no próprio local”, remata David Black.