Já foi divulgada a lista completa dos nomeados para o Man Booker Prize deste ano, o prémio literário mais importante da língua inglesa. São 13 os candidatos a ganhar o galardão que, pela primeira vez, se encontra acessível a autores do outro lado do Atlântico.

O Booker Prize foi criado em 1968 e durante mais de 4 décadas premiou anualmente o melhor romance escrito em língua inglesa. Mas com algumas restrições. Os escritores a concurso tinham de ter nacionalidade britânica, irlandesa ou ser originários do Zimbabwe ou de um dos estados-membros da Commonwealth. Mas este ano tudo mudou. Pela primeira vez na já longa história do prémio, este encontra-se disponível a qualquer escritor, desde que este escreva em inglês e tenha publicado a sua obra no Reino Unido. Isto significa que se encontra finalmente acessível a autores norte-americanos. O objetivo é, nas palavras dos próprios organizadores, “reconhecer, celebrar e abraçar” todos os autores de língua inglesa independentemente do seu país de origem, “desde Chicago” até “Xangai”.

A escolha desde ano inclui 6 britânicos, 2 irlandeses, 1 australiano e 5 norte-americanos. Alguns nomes não são estreias. O já galardoado Howard Jacobson encontra-se novamente na lista, assim como dois outros antigos nomeados, Ali Smith e David Mitchell:

  1. Joshua Ferris (EUA) – To Rise Again at a Decent Hour
  2. Richard Flanagan (Austrália) – The Narrow Road to the Deep North
  3. Karen Joy Fowler (EUA) – We Are All Completely Beside Ourselves
  4. Siri Hustvedt (EUA) – The Blazing World
  5. Howard Jacobson (Reino Unido) – J
  6. Paul Kingsnorth (Reino Unido) – The Wake
  7. David Mitchell (Reino Unido) – The Bone Clocks
  8. Neel Mukherjee (Reino Unido) – The Lives of Others
  9. David Nicholls (Reino Unido) – Us
  10. Joseph O’Neill (Irlanda) – The Dog
  11. Richard Powers (EUA) – Orfeo
  12. Ali Smith (Reino Unido) – How to Be Both
  13. Niall Williams (Irlanda) – History of the Rain

O júri deste ano é composto por AC Grayling, filósofo e escritor, os académicos Jonathan Bate, Sarah Churchwell e Alastair Niven, o neurocientista Daniel Glaser e a jornalista Erica Wagner. À semelhança dos outros anos, os jurados são provenientes de diferentes áreas, de modo a manter a “consistência na atribuição do prémio”. Em comum têm apenas uma grande paixão pela ficção e pela literatura.

O grande vencedor do Man Booker Prize 2014 irá receber € 62,500 (50.000 libras) e os 6 nomeados um cheque no valor de € 3,127 (2.500 libras). Os escolhidos serão divulgados no dia 9 de setembro numa conferência de imprensa em Londres e o grande vencedor um mês depois, a 14 de outubro.

O ano passado, o prémio foi ganho pela neozelandesa Eleanor Catton que, aos 28 anos, foi a autora mais nova a receber um Booker Prize.

New Zealand author Eleanor Catton poses after winning the 2013 Man Booker Prize for Fiction for her book 'The Luminaries' in central London on October 15, 2013. AFP PHOTO/ANDREW COWIE        (Photo credit should read ANDREW COWIE/AFP/Getty Images)

Eleanor Catton foi galardoada pelo romance “The Luminaries” em 2013.