Dulce Félix falhou esta terça-feira a revalidação do título Europeu dos 10.000 metros, com o 12.º lugar em Zurique, Suíça, enquanto Sara Moreira foi quinta, aguentando a luta até à última volta nos Campeonatos Europeus de Atletismo, em Zurique, Suiça.

As portuguesas foram impotentes para aguentar o ritmo da britânica Jo Pavey, que, aos 40 anos, surpreendeu com o título em 32.22,39 minutos, superiorizando-se às francesas Clémence Calvin (32.23,58) e Laila Traby (32.26,03).

Sara Moreira entrou na última volta ainda no terceiro lugar, mas não resistiu ao ritmo das adversárias e caiu para quinta, com 32.30,12, enquanto Dulce Félix, que cedeu a 700 metros do fim, foi apenas 12.ª, com 32.35,90.

Carla Salomé foi a primeira a ceder, pouco depois de meio da prova, que concluiu em 16.º, em 33.05,49, entre as 23 que terminaram a prova.

O português Marco Fortes foi o sétimo classificado na prova do lançamento do peso, na qual o alemão David Storl revalidou o título.

Depois de ter efetuado uma qualificação com um lançamento de 20,03 metros, Fortes teve como melhor registo 20,35, no terceiro ensaio, ficando ainda distante das medalhas.

Storl venceu o concurso logo ao primeiro ensaio, com um lançamento de 21,41 metros, renovando assim o título obtido em Helsínquia, tendo o espanhol, Borja Vivas arrecadado a medalha de prata, com 20,86, e o polaco Tomasz Majewski, bicampeão olímpico, a de bronze, com 20,83.