“Não estou preocupado com isso, mas sei que mais tarde ou mais cedo vou lá chegar. Eu e o Lionel Messi estamos muito perto. O melhor desta noite foi a equipa ter ganhado e somado nove pontos”, afirmou Cristiano Ronaldo, em declarações ao canal britânico BBC.

O jogador português falava após o triunfo do Real Madrid sobre o Liverpool, por 3-0 na terceira jornada do Grupo B da Liga dos Campeões. Ronaldo marcou um dos golos do “merengues”, o primeiro da sua carreira em Anfield Road, e ficou a um de igualar o espanhol Raul, que é recordista desta competição com 71 tentos.

“Foi um golo especial num estádio em que nunca tinha marcado. Estamos muito felizes com a vitória. Sabíamos que ia ser um jogo difícil, mas penso que fizemos uma primeira parte de grande qualidade”, referiu.

Cristiano Ronaldo, que acabou substituído aos 75 minutos, garantiu ainda que a equipa do Real Madrid acredita que pode revalidar o título europeu, embora seja “muito difícil”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Vamos passo a passo, vamos tentar. Sabemos que o caminho será duro, será muito difícil, mas estamos otimistas e sabemos que é possível”, concluiu.

Entretanto, em declarações ao Canal Plus, o treinador do Real Madrid explicou que tirou Ronaldo do jogo para poupar o internacional luso para o encontro do próximo fim de semana frente ao FC Barcelona, da Liga espanhola.

“Tinha pensado em dar descanso ao Cristiano se tudo corresse bem. Para evitar problemas preferi substitui-lo para o ter fresco para o jogo com o FC Barcelona. Está contente e nós também. A melhor maneira é substitui-lo sem lhe perguntar”, brincou Carlo Ancelotti, dando a entender que se estava a referir a Lionel Messi.

Na última jornada do campeonato espanhol, o jogador argentino terá recusado sair do campo, quando o treinador dos catalães, Luis Enrique, tentou substitui-lo.