Marrocos proibiu os seus cinemas de passar o filme Exodus, uma grande produção de Hollywood, apenas um dia antes de o filme estrear nas salas de cinema. O filme conta a história do êxodo de Moisés para o Egito, Moisés que é uma figura importante também para os muçulmanos, que são contra a representação das suas figuras.

Os responsáveis não deram uma razão clara aos cinemas para proibir o visionamento do filme, que acontece depois de a entidade do Estado marroquino que faz a gestão do cinema marroquino ter dado luz verde à estreia. Alguns donos de cinemas explicaram ao site marroquino media24 que tiveram ordens verbais de responsáveis para não passar o filme, mas nunca escritas. Em alguns casos, as ordens chegaram a ser dadas pessoalmente.

As autoridades fizeram mesmo ameaças de que fechariam os cinemas que não cumprissem a ordem de não passar o filme, como contou Hassan Belkady, que gere um cinema em Casablanca. “Eles ligaram e ameaçaram que fechariam o cinema se eu não tirasse o filme do calendário”, disse.