Recordar os primeiros anos. Não há pai ou mãe que resista a encher a memória do smartphone ou da máquina fotográfica com os momentos mais (ou menos) marcantes do dia-a-dia dos filhos. Pequenos sorrisos ou grandes conquistas, fotografar é trabalhar hoje para poder reviver mais tarde. E se é verdade que nem todas as fotografias são obras de arte – nem pretendem sê-lo – também é verdade que é possível melhorá-las com pequenos truques. E não precisa de estar equipado com a melhor tecnologia de ponta do mercado.

O Washington Post convidou Me Ra Koh, apresentadora do programa de televisão da Disney Junior “Capture Your Story”, para dar as dez dicas que podem mudar a forma como fotografa os seus filhos, sobrinhos, afilhados, primos ou amigos. No fundo, quem mais gosta.

1. Na rua, opte por fotografar de manhã ou à tarde. Evite o meio-dia

O truque é aproveitar as horas douradas do dia, ou seja, quando ainda não está demasiado escuro para que consiga ver bem nem há demasiada luz a provocar sombras muito fortes. Se tiver de fotografar por volta do meio-dia, procure fazê-lo à sombra.

2. Dentro de casa, esqueça o flash e aproveite a luz interior

Tente procurar dentro de casa a luz dourada que encontraria na rua, diz Me Ra Koh. Por isso, evite a luz artificial e, sobretudo, o flash. Se desligar as luzes, consegue perceber melhor em que zona da casa a luz é mais forte.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

3. Trace uma linha imaginária e divida o cenário em três

Imagine que o cenário que está a ver é divido em três segmentos verticais e horizontais e coloque a criança em qualquer um deles, menos nos do meio. A ideia é que a fotografia não seja centrada. Para Me Ra Koh isto torna a imagem visualmente mais estimulante.

4. Não hesite. Aproxime-se

Na maior parte das vezes, o sítio onde a fotografia é tirada é apenas uma distração. E o motivo principal perde-se. Por isso, não hesite e aproxime-se da criança ou do pormenor da criança que quer retratar.

5. Neste caso, seja do tamanho do que vê

Para fotografar crianças, nada melhor do que descer à altura delas. Sente-se, deite e brinque naquela que é a sua perspetiva do mundo. Para tirar melhores fotografias, entre você também no mundo deles.

6. Antecipe-se e crie estratégias

Existem algumas estratégias que podem ajudar os pais a captar os momentos mais importantes da vida dos filhos. É preciso antecipá-los e seguir o que tinha planeado na hora certa.

7. Perdeu aquele momento que queria tanto retratar? Não desespere, recrie-o.

Se assistiu a uma momento para o qual gostaria de se ter preparado, mas não teve oportunidade, não desespere. Pode sempre convencer as crianças a repetirem-no e brincar com elas enquanto o fazem. Todos se divertem e, no futuro, todos podem recordar.

8. Tenha sempre a máquina fotográfica perto de si 

Nada como estar bem prevenido. Por isso, mantenha a máquina fotográfica ou o smartphone “à mão”, ou seja, em sítios a que seja fácil aceder. O segredo está em não perder muito tempo se quiser fotografar um momento inesperado.

9. Não é preciso tirar fotografias a tudo. Seja seletivo

Imagine que tem uma máquina analógica, com um rolo de 36 fotografias. Quais seriam as suas prioridades? Independentemente do tamanho da memória do seu cartão, não tire fotografias a tudo o que lhe apetecer. Faça escolhas.

10. Divirta-se. Porque isso é o mais importante

O melhor truque para tirar boas fotografias é que todos se divirtam durante o processo. As crianças e os adultos.