As mulheres representam apenas 11% dos executivos de Silicon Valley, a região norte-americana que é considerada o epicentro do empreendedorismo tecnológico no mundo. A conclusão é de um estudo promovido pela sociedade de advogados Fenwick & West e foi publicada no Mashable.

Entre as empresas do índice bolsista norte-americano S&P 100, 16% do executivos são mulheres, mais do que o registado em Silicon Valley.

“Esperamos que este estudo sobre a diversidade de género em Silicon Valley contribua para estimular mais a discussão e sirva para analisar como é que as mulheres se estão a sair nos cargos de liderança em Silicon Valley”, diz o relatório.

De acordo com o estudo, apenas 10% dos diretores e 10% dos membros dos comités das empresas em Silicon Valley são mulheres.