Dois anjos ganharam asas e voaram para longe (e fora) dos contratos estabelecidos com a Victoria’s Secret. A notícia de que as modelos Karlie Kloss e Doutzen Kroes vão deixar de trabalhar com a marca de lingerie está a circular na imprensa internacional e a levantar dúvidas. Há ainda rumores de que outros anjos poderão seguir pelo mesmo caminho. Não é o caso da portuguesa Sara Sampaio que, apesar de não ser considerada um anjo, participou no desfile de 2014 e continua com projetos associados à marca.

Enquanto Kloss vai prosseguir os estudos, Kroes tem, segundo consta, uma oportunidade mais lucrativa em solo europeu — algo que o próprio diretor criativo e de marketing da empresa, Ed Razek, confirmou nas redes sociais. Mas poderá haver outros motivos para a dupla despedida. Uma fonte não identificada disse à Page Six do New York Post que as modelos já não recebem tanto como antes: “O dinheiro já não é o que costumava ser. Contratos mais antigos, como o de Alessandra Ambrosio, estavam na casa dos milhões [de dólares e de euros], agora são de 100,000 dólares [cerca de 90 mil euros]”.

ed razek

Ao mesmo tempo que o dinheiro está a ficar escasso, mais modelos estão a ser escolhidas para os desfiles da marca e para fazer aparições públicas em todo o mundo. A mesma fonte assegura que, se em tempos havia apenas quatro anjos, agora o número multiplicou-se para o dobro.

Entre os anjos que ainda permanecem ligados à marca estão alguns pesos pesados, como Adriana Lima e Lily Aldridge. Alessandra Ambrosio poderá mesmo ser a próxima a sair, com a mesma publicação a escrever que a brasileira está a renegociar o contrato com a Victoria’s Secret.

Apesar disso, parece que não há risco de despedida para Sara Sampaio. A modelo portuguesa partilhou na sua conta de Instagram, na passada terça-feira, uma fotografia onde deixa claro que vai participar num projeto vindouro da marca: um novo anúncio com a realização de Michael Bay, o homem responsável pelo sucesso de Pearl HarbourArmageddonTransformers.

Ss

Ser-se modelo de uma das marcas mais conhecidas no globo tem as suas exigências, tal como escreve o Business Insider. Entre algumas exigências, contam-se 50 dias por ano que os anjos devem dedicar por inteiro à marca, o que pode limitar participações em outras campanhas de moda maiores. E foi precisamente a incompatibilidade de horários e uma agenda cheia que provocou a saída da ex-mulher de Orlando Bloom, Miranda Kerr, em 2013, depois de quatro anos na pele (e nas asas) de umas das modelos mais mediáticas.

À Page Six do New York Post, um representante da marca recusou-se a comentar os detalhes dos contratos estabelecidos com as modelos.

Veja todos os Anjos (incluindo Karlie Kloss e Doutzen Kroes) na fotogaleria.