Foi em abril que a empresa de reciclagem CleanBayArea, sediada em Sillicon Valley, nos Estados Unidos, abriu uma caixa para lixo eletrónico deixada por uma mulher anónima. Para espanto de todos, a embalagem continha um computador pessoal Apple-1, um dos primeiros modelos fabricados pela Apple, escreve a BBC. A empresa vendeu a máquina por 180 mil euros. Agora, anda à procura da “mulher mistério” para lhe dar metade do valor.

Contudo, a doação não se trata de uma boa ação por parte da CleanBayArea: faz parte da política da empresa dividir 50% dos lucros obtidos através da venda de equipamentos. Ainda assim, são boas notícias para a mulher, caso esta seja encontrada.

O Apple-1 estava escondido no fundo da caixa, por baixo de um emaranhado de cabos, teclados e ratos, afirmou Viktor Gichun, o vice-presidente de marketing da empresa. “Acho que foi por isso que ela não viu o computador, tal como nós também não o vimos quando nos entregaram a caixa”, afirmou. Quando viu a caixa pela primeira vez, Viktor pensou “que era lixo que teríamos que reciclar”.

O Apple-1 foi comercializado em 1976 pela Apple, no mesmo ano em que a empresa foi fundada por Steve Jobs, Steve Wozniak e Ronald Wayne, na garagem dos pais de Jobs. O modelo é bastante raro já que só foram produzidos 200 exemplares. Na altura era vendido por 600 euros, o que corresponde a um valor atual de 2.500 euros (tendo em conta a inflação).