Quase oito em cada dez respostas recolhidas pela Acege (Associação Cristã de Empresários e Gestores) junto dos associados para o Barómetro de junho, uma colaboração que envolve o Observador, a TSF e a Netsonda, consideram que as propostas do PS para a área fiscal e laboral são “negativas”. Cerca de 80% considera importante que as próximas eleições legislativas resultem numa maioria absoluta por parte do PS ou da coligação entre o PSD e o CDS.

Sobre a economia, perto de dois terços dos inquiridos consideram-se “moderadamente otimistas”, mas temem os impactos de um eventual abandono da Grécia do espaço da zona euro, possibilidade que, nos últimos dias, aparenta ter ficado mais afastada. Veja os resultados para nove das 13 questões que foram colocadas na edição de junho do Barómetro.

barometroJun-01

Perto de dois terços dos inquiridos temem o impacto de uma eventual saída da Grécia da zona euro, mas 31% não revelam preocupação com esta possibilidade.

barometroJun-02

As propostas do PS para a área fiscal recebem um “chumbo” por parte do painel de inquiridos. Uma maioria superior a 78% qualifica-as de “negativas”.

barometroJun-03

Também as propostas socialistas em matéria de legislação laboral não são bem recebidas pelos inquiridos. Perto de 76% consideram-nas “negativas”.

barometroJun-04

A esmagadora maioria dos associados que responderam ao inquérito está de acordo com o processo conduzido pelo Governo para a privatização da TAP.

barometroJun-05

A intenção anunciada pelo PS de reverter a operação de privatização da TAP merece a discordância da maioria. O “não” recolheu perto de 97% das respostas.

barometroJun-06

Oito em cada dez respostas foram no sentido de considerar importante que haja uma maioria absoluta resultante das próximas eleições legislativas.

barometroJun-07

A controvérsia em redor dos serviços de transporte prestados pela Uber também foi alvo das respostas dos inquiridos e 72% discordam da proibição dos serviços.

barometroJun-11

Os atrasos nos pagamentos têm sido um dos pesadelos das empresas nos anos mais recentes, mas a situação parece estar a melhorar, de acordo com mais de dois terços dos inquiridos.

barometroJun-13

Para 64,6% dos participantes neste Barómetro, o estado de espírito em relação ao país é de otimismo moderado.

Ficha Técnica

A recolha de respostas para este Barómetro mensal promovido pela ACEGE em parceria com o Observador, a TSF e a Netsonda decorreu entre as 14h00 do dia 18 e as 13h00 do dia 23 do mês de Junho, tendo o questionário sido enviado por e-mail a 1.174 associados. Foram validadas 161 respostas.

Os resultados acima apresentados não permitem, cientificamente, generalizações, e representam apenas a opinião dos empresários inquiridos