Dark Mode 166kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Um em cada cinco alunos desiste de estudar no secundário

No total há 35% de alunos que desistem de estudar ou que não conseguem concluir o 12º ano à primeira, mostram os dados de uma nova ferramenta de análise do Ministério da Educação e da Ciência.

i

NUNO VEIGA/LUSA

NUNO VEIGA/LUSA

Um em cada cinco alunos chumba ou desiste de estudar no ensino secundário, de acordo com os dados do Ministério da Educação e da Ciência (MEC) divulgados este fim-de-semana.

É no 12º ano que os estudantes mostram mais dificuldade, com 35% dos alunos a não concluir os estudos à primeira.

Analisando isoladamente, um dos dados que é importante sublinhar refere-se ao dos alunos inscritos em cursos científico-humanísticos e que não concluíram os três anos de escolaridade dentro do tempo previsto. É que só nesta área, a taxa atinge os 22%.

A taxa que mostra a percentagem de alunos que não transita para o ano seguinte, engloba os alunos que reprovaram, mais aqueles que anularam a matrícula. As causas de desistência podem ser várias, entre as quais, sair do país.

Olhando para o panorama geral, se analisarmos os valores dos alunos que chegam ao ensino secundário, ou seja, ao 10º ano, percebe-se que 17% dos estudantes desistem da escola ou não passam de ano. Mas a taxa de retenção baixa para os 13% quando os alunos chegam ao 11º ano.

Mas a análise dos novos dados também traz boas notícias e há localidades com taxas de retenção bem abaixo da média.

No total, foram analisados 244 municípios: 105 com taxas de retenção e desistência acima da média; 124, abaixo; e 15 dentro da média nacional (22%).

Para esta avaliação, o MEC teve em conta os anos letivos entre 2009/2010 e 2012/2013. Os dados estão disponíveis aqui a partir deste sábado.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.