O português Marcos Freitas perdeu a final da competição de singulares do Europeu de ténis de mesa, por 4-1, frente ao alemão Dimitrij Ovtcharov, conquistando a medalha de prata.

Em Ecaterimburgo, na Rússia, Ovtcharov, ‘carrasco’ de Tiago Apolónia nas meias-finais, revalidou o título continental, vencendo pelos parciais de 14-12, 9-11, 11-9, 11-4 e 11-6, 55 em minutos.

Portugal terminou o Campeonato da Europa de ténis de mesa com quatro medalhas, uma de ouro, conquistada por João Monteiro, em pares, uma de prata, por Marcos Freitas, e duas de bronze, conseguidas por Tiago Apolónia, em singulares masculinos, e Fu Yu, em singulares femininos.