Como é que é a tal frase? É mais ou menos assim: o futebol são onze contra onze e, no fim, ganha a Alemanha. A lengalenga perdura desde que saiu da boca de Gary Lineker, já há uns anos valentes, e agora é lembrada porque Sporting e FC Porto terão de mastigar equipas germânicas que não serão ossos nada fáceis de roer. Os leões vão jogar contra o Bayer Leverkusen, equipa que ataca à maluca na Bundesliga, enquanto os dragões terão de defrontar o Borussia Dortmund, clube que mais frente tem feito à hegemonia do Bayern de Munique de Pep Guardiola. A refeição que o sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa serviu apenas deixou uma equipa portuguesa com mais apetite — o Sporting de Braga, que calhou com os suíços do Sion.

Jorge Jesus passou a fase de grupos a falar em prioridades e a dizer que a sua está no campeonato. Rodou a equipa, deu minutos a quem menos os tinha e só à última jornada, com os titulares, garantiu que chegava até este ponto da Liga Europa. Agora não será boa ideia pensar em alinhar uma equipa menos forte contra o Bayer Leverkusen. É verdade que o clube está hoje no sexto lugar da Bundesliga, a usar binóculos para avistar os 19 pontos que já o separam da liderança do Bayern, mas a equipa que é propriedade de uma empresa farmacêutica ataca como poucas. Os alemães têm um treinador, Roger Schmidt, que mandar a equipa atacar rápido, com muitos jogadores a correrem para a frente e com riscos a serem tomados no passe e nas decisões — e isso faz com que Hakan Çalhanoglou, Karim Bellarabi, Admir Mehmedi e Javier Hernández tenham muita bola.

É por isso que o mexicano que é mais conhecido por Chicharito vá com 15 golos marcados nos últimos 12 jogos, mas também é por isso que o Bayer se exponha a defender e passe mal quando o adversário recupera a bola. O Sporting já não defronta o Leverkusen desde 2000 (perdeu 3-2 na Alemanha e empatou 0-0 em Lisboa, na fase de grupos da Liga dos Campeões), embora Jorge Jesus saiba o que é ter de ligar com esta equipa: defrontou-a a época passada, com o Benfica, e não conseguiu vencer (perder 3-1 fora e empatou a zeros em casa). Já saberá o que esperar.

E Julen Lopetegui saberá que terá muito trabalho pela frente. Os dragões também viajarão à Alemanha e o sorteio obriga-os a jogar contra o segundo classificado da Bundesliga, que há três anos estava a perder a final da Liga dos Campeões. Esta é daquelas eliminatórias que mais parecem ser de Champions e basta olhar para o Borussia Dortmund para o perceber. Além de ser o clube que há anos é o que melhor média de assistência tem na Europa — é muito raro o Signal Iduna Park não estar à pinha com mais de 80 mil adeptos nas bancadas –, a equipa que veste de amarelo tem um dos avançados com os pés mais afinados do momento.

É gabonês, é conhecido por três nomes (Pierre-Emerick Aubmeyang) e vai com 26 golos marcados esta época. Atrás dele tem Marco Reus, um dos médios com maior pegada (como os espanhóis dizem para falar de um jogador com apetência para fazer muitos golos) e capacidade para sprintar com a bola colada ao pé. E depois ainda há Henrik Mkhitaryan, Ilkay Gündongan ou Shinji Kagawa para fazerem a vida negra aos adversários. O FC Porto nunca jogou contra o Borussia Dortmund e encontro-o logo numa altura em que é o melhor ataque do campeonato alemão (46 golos).

Quem ficou com o futuro menos negro foi o Sporting de Braga. O sorteio até deixou os minhotos a sorrirem, já que, de todas as amarguras que lhe podiam calhar (ainda havia Valência, Fiorentina, Villarreal ou Sevillha), a equipa de Paulo Fonseca ficou com algo mais para o doce. O adversário será o Sion, equipa suíça que está no sexto lugar do campeonato e ainda conta com Carlitos. Aos 33 anos, o extremo que na última temporada estava no Estoril-Praia já vai na sexta época a jogar na Suíça e foi um dos responsáveis para a equipa sair viva de um grupo que tinha Liverpool, Bordéus e Rubin Kazan.

A primeira mão dos 16 avos de final joga-se a 18 de fevereiro e o segundo jogo está agendado para 25 de fevereiro.

Os jogos dos 16 avos de final da Liga Europa:

Valência – Rapid de Viena

Fiorentina – Tottenham

Borussia Dortmund – FC Porto

Fenerbahçe – Lokomotiv de Moscovo

Anderlecht – Olympiakos

Midtjylland – Manchester United

Augsburg – Liverpool

Sparta de Praga – Krasnodar

Galatasaray – Lazio

Sion – Sporting de Braga

Shakthar Donetsk – Schalke 04

Marselha – Athletic Bilbao

Sevilha – Molde

Sporting – Bayer Leverkusen

Villarreal – Nápoles

Saint Étienne – Basileia