O desporto é, cada vez mais, um negócio de milhões. Que o digam Sporting, Benfica e FC Porto, que recentemente fizeram negócios milionários com a venda dos seus direitos desportivos, ou Jorge Mendes, que recebeu uma prenda de casamento singular de Cristiano Ronaldo: uma ilha grega. Mas os milhões não se ficam pelo futebol: chegam até a desportos menos populares em Portugal, como o críquete.

Esta é uma lista de negócios excêntricos e milionários, partilhada pela BBC.

Uma propriedade 35 vezes maior do que Lisboa

3 fotos

Entre os grandes milionários do futebol está o principal acionista do Arsenal F.C., o norte-americano Stan Kroenke. O clube londrino persegue o título de campeão há já muitos anos, e alguns adeptos não estão satisfeitos com a pouca ação dos gunners no mercado. É verdade que no verão passado chegou Petr Cech ao clube (e na época anterior Alexis Sanchez, e na anterior Mesut Ozil). Mas neste mercado de janeiro chegou apenas Mohamed El-Neny, dos suiços do Basileia. É pouco, dizem alguns.

Mas, se a ação do Arsenal não é maior, não é certamente por falta de fundos do seu maior acionista. É que, já esta semana, foi anunciado que Stan Kroeke — que é também dono da equipa de futebol americano Los Angeles Rams — comprou um rancho (ou fazenda) no Texas, avaliada em mais de 600 milhões de euros. O suficiente para comprar uma equipa inteira de craques. A propriedade tem uma dimensão que não é brincadeira: a área excede os 3500 quilómetros quadrados. Para se ter ideia, cabiam (mais coisa menos coisa) 35 cidades de Lisboa lá dentro.

Uma casa de quase 900 milhões de euros

3 fotos

Mukesh Ambani é o dono de uma das franchises mais populares da principal Liga de críquete indiana, os Mumbai Indians. Mas é mais que isso: é o homem mais rico do país. E não faz a coisa por menos: quando decidiu comprar uma nova casa para si e para a sua família, comprou um edifício de 170 metros de altura, com 27 pisos e uma área de 4500 metros quadrados. Tem ao serviço 600 empregados para satisfazer a sua mulher e os seus três filhos.

Mukesh Ambani não escapou às críticas: houve quem lhe recordasse que, na Índia, há 270 mil pessoas a viver em situação de pobreza.

Abramovich e o seu iate de quase 1800 milhões de euros

2 fotos

O dono do Chelsea FC, Roman Abramovich, também não é parco nos gastos: só José Mourinho, por exemplo, já recebeu avultadas somas do magnata russo, tanto a nível de salários como de indemnizações (já foi despedido por Abramovich duas vezes, a última delas já este ano).

Abramovich gosta muito de viajar. E não olhou a custos quando teve de investir num iate: pagou, por ele, quase 1800 milhões de euros. Chama-se Eclipse, tem uma piscina interior de 16 metros, espaço para helicópteros e uma pista de dança.

Não é o que compras, é o que fazes

3 fotos

No caso do dono do Leicester City, equipa sensação da atual temporada da Premier League de futebol (estão no primeiro lugar do campeonato inglês), a extravagância não está tanto nas compras megalómanas, mas nas excentricidades que protagoniza. É que o tailandês Vichai Srivaddhanaprabha deslocou-se várias vezes até ao estádio do Leicester… no seu helicóptero pessoal. E chegou mesmo a aterrar em pleno relvado, como se pode ver nas imagens.

Mas nas compras também não deixa o seu crédito por mãos alheias. Srivaddhanaprabha foi um dos primeiros a comprar o novo modelo de jato privado G650, que lhe custou 64 milhões de euros.