Nuno Crato, que depois de deixar de ser ministro da Educação regressou à Universidade de Lisboa e ao Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), acaba de ser eleito para o novo conselho de diretores do International Institute of Forecasters (IIF). Professor catedrático de Matemática e Estatística e investigador em modelos estocásticos, séries temporais e aplicações, Nuno Crato é o primeiro académico português eleito para essas funções, informou o ISEG em comunicado.

De acordo com a informação disponibilizada por aquela escola superior, o IIF é uma sociedade científica “com interesse especial para estatísticos, economistas, econometristas, especialistas em gestão, investigadores operacionais e semelhantes”. Entre os seus associados contam-se investigadores de econometria e de estatística, mas também economistas e gestores, matemáticos aplicados e cientistas de outras áreas, acrescenta a mesma nota do ISEG.

As eleições decorreram durante o passado mês de abril, sendo que o IIF edita uma revista líder na área, o International Journal of Forecasting, e organiza anualmente o International Symposium on Forecasting, que este ano terá lugar em Santander, no próximo mês de Junho.