Está quase a começar o segundo fim de semana do Rock In Rio 2016, e com ele mais nove bandas sobem ao Palco Vodafone. A abrir a festa do rock alternativo, esta sexta-feira, vão estar três bandas de peso, com dimensões e projeções diferentes, mas todas importantes.

Os Cave Story são os primeiros a afinar as guitarras, quando forem 16h45. Junto desde 2013, o trio das Caldas da Rainha tem sido uma presença habitual nos festivais e espetáculos dedicados à música portuguesa. O pontapé de saída deu-se depois de vencerem o Vodafone Band Scouting (no Vodafone Mexefest de 2014). Desde então tem sido sempre a subir. O principal argumento está no rock lo-fi arranhado, às vezes áspero. Fazem discos sem pressas, dão passos pequenos mas sólidos, que receberam uma atualização no passado mês de abril, com o lançamento do segundo EP, Garden Exit. Será um bom ponto de partida.

A seguir (18h), os Glockenwise seguem pelo mesmo carril. Mais experientes e com mais material editado, a banda de Barcelos traz a palco o último Heat (2015), um disco bem recebido pela crítica e pelo público, que os tem colocado no topo das preferências do garage rock português. Mas eles são um quarteto inquieto e têm vidas anteriores, pelo que é de esperar um alinhamento que passe também por temas de Building Waves (2011) e Leeches (2013).

A fechar o dia no Palco Vodafone (20h) estarão os METZ , banda canadiana de noise rock. O trio que assina pela conceituada Sub Pop vai apresentar, muito provavelmente, material inédito — em janeiro saiu um single novo — que se vai cruzar com os álbuns Metz (2012) e II (2015). Quem se movimenta por estas franjas do rock de certeza que já se cruzou com eles, quem chegar desprevenido ou atraído pela fama do nome, vai levar com uma hora de gritaria e guitarras a arder. Rock barulhento é com eles.