Já interpretou Margaret Thatcher, em 2011, e Emmeline Pankhurst, em As Sufragistas, filme de 2015. Meryl Streep deve ter gostado da responsabilidade de dar vida a personagens de grande influência política, e a prová-lo estão as fotografias de ontem à noite.

A atriz já galardoada com três Óscares pintou a cara de laranja (literalmente), vestiu um fato preto que a deixou bastante avantajada, colocou uma gravata vermelha ao pescoço e uma peruca loira e desajeitada no topo da cabeça. Tudo para encarnar uma única personagem, o magnata Donald Trump.

Conhecida por apoiar Hillary Clinton, a artista estava tal e qual o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos da América quando apareceu em palco para, juntamente com a colega de profissão e amiga Christine Baranski (com quem contracenou no filme Mamma Mia), cantar o tema Brush Up Your Shakespeare da comédia musical Kiss me, Kate.

Tudo aconteceu na segunda-feira à noite durante o festival de teatro anual Shakespeare, que ocupou o Teatro de Delacorte, em Nova Iorque.

As imagens de Meryl, de 66 anos, enquanto Donald Trump estão a dominar as redes sociais, tal como o Twitter, onde se encontram muitos comentários de apoio à performance da atriz que já foi nomeada aos Óscares um total de 19 vezes.