O ciclista espanhol Xuban Errazkin (Baqué/Campos) é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal do Futuro, ao vencer esta quinta-feira a primeira etapa, entre Soure e Condeixa-a-Nova.

A tirada, de 138,6 quilómetros, foi muito movimentada, com constantes tentativas de fuga, mas acabou por terminar quase em pelotão, com Errazkin a cortar um segundo à frente do norueguês Erlend Sor-Reine (Caja Rural) e cinco do primeiro grupo de ciclistas, com Luís Gomes (Liberty Seguros-Carglass) à frente.

Numa prova sem bonificações, os três primeiros da geral são os mesmos da etapa e com as mesmas diferenças de tempo a separá-los.

A segunda etapa corre-se na sexta-feira entre Penela e Oliveira de Azeméis (145 quilómetros) e inclui um prémio de montanha de quarta categoria, a seis quilómetros da chegada.