Mais de 30 mil cidadãos angolanos ainda não levantaram os seus Bilhetes de Identidade, depois de resolvido o problema que, entre janeiro e junho deste ano, levou à acumulação desses documentos.

A informação foi prestada pelo ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Rui Mangueira, durante a discussão na especialidade do Orçamento Geral do Estado 2016 revisto, com os órgãos de administração da justiça.

O ministro referiu que a avaria verificada no sistema causou uma acumulação de 200 mil Bilhetes de Identidade mas, apesar de resolvida, continuam ainda por levantar 33 mil bilhetes.

Numa altura em que decorre no país o processo de registo eleitoral, Rui Mangueira foi instado a comentar a falta deste documento necessário para que os cidadãos cumpram com esse dever.

Rui Mangueira desdramatizou o facto, salientando que o Ministério da Administração do Território criou mecanismos que permitem que todos os cidadãos cumpram com esta obrigação.

O governante acrescentou que existem em Angola 96 postos de registo de Bilhete de Identidade, 36 dos quais em Luanda, a capital angolana, sendo 24 fixos e 12 móveis.