Colmeal Countryside Hotel

Quinta do Colmeal (Figueira de Castelo Rodrigo). Quartos duplos a partir de 80€

Recuperaram-se ruínas e ergueram-se antigas construções de xisto e de granito. Onde antes moravam agricultores e pastores estão hoje 14 quartos (incluindo uma suíte) prontos a acomodar quem se queira aventurar pela Serra da Marofa. O Colmeal Countryside fica numa pequena elevação entre duas ribeiras, escondido num cantinho da Beira Transmontana, na quinta que lhe empresta o nome e que se estende por 650 hectares. Em tantos “campos de futebol” cabem a histórica e desabitada aldeia do Colmeal, pinturas rupestres do período neolítico e ainda uma igreja do século XV que, juntos, compõem facilmente um postal de outono.

Com as temperaturas a caírem no termómetro como as folhas das árvores, o convite passa por aproveitar o spa do hotel rural, a adega ou o restaurante cujos pratos têm a assinatura do chef Vitor Claro. Mas caso haja vontade de caminhar, aconselha-se um passeio a Castelo Rodrigo — inserida na rede Aldeias Históricas de Portugal — onde vale a pena perder tempo, seja a visitar as ruínas do castelo ou a tomar de assalto as amêndoas que o francês André Carnet vende há uma mão cheia de anos.

IMG_0449

Ao todo, o hotel rural tem 14 quartos, incluindo uma suíte. © Colmeal

Monte Falperras

Monte das Falperras, Luz (Mourão). Quartos duplos a partir de 80€

Quando se veem as fotografias da casa do Monte Falperras, é impossível não sair uma daquelas frases sonhadoras: “eu vivia aqui”. A boa notícia é que pode fazê-lo, ainda que temporariamente. Com seis quartos duplos e uma lareira popular nas noites frias, a moradia branca cheia de apontamentos de madeira e pedra pode ser alugada completa, por famílias ou grupos em estadias de curta duração. Recuperada por um arquiteto e cheia de bom gosto, a casa fica numa propriedade rural com vista para as margens do lago Alqueva, o que significa que pode visitar o Museu da Luz, fazer passeios de barco (e ver as árvores da antiga aldeia debaixo de água, quais algas gigantes), ou simplesmente rezar para não haver nuvens à noite e conseguir ver as estrelas do famoso céu alentejano no Dark Sky Alqueva.

2014, Diogo Jordão, Monte Falperras, Primavera, Sonia Guerreiro, salestar, spaces and places, www.spacesnplaces.net,

Olhe para esta lareira e esta decoração. Vivia aqui, não era? Nós avisámos. © Sónia Guerreiro

Casa do Rio

Castelo Melhor (Vila Nova de Fôz Coa). Quartos duplos a partir de 190€

Vista de longe, a Casa do Rio parece nascer da encosta vinhateira — a forma como foi construída, totalmente em madeira, e o facto de parecer suspensa sobre as águas fá-la fundir-se com a paisagem em redor. E que paisagem: é sabido que o Douro foi presenteado com vistas de tirar o fôlego e que ganham mais encanto no outono, ou não tivesse a própria revista Traveler considerado esta uma das oito regiões mais bonitas do mundo para ver as folhas cair. E porque não desfrutar da estação no conforto de um dos seis quartos que compõem a casa virada para o rio e que espelham a cultura do vinho? O hotel é detido pela Quinta do Vallado, que em tempos pertenceu à muito famosa Dona Antónia Adelaide Ferreira (mais conhecida como Ferreirinha), pelo que não é de estranhar que, além da estadia, haja provas de vinho, mas também várias atividades em terra e sobre as águas.

ImageHandler (1)

A Casa do Rio, detida pela Quinta do Vallado, foi toda construída em madeira e de forma a parecer que está suspensa sobre o rio. © Casa do Rio

Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel

Lugar da Vista Alegre, Ílhavo (Aveiro). Quartos duplos a partir de 95€

Do serviço de mesa usado no restaurante às louças penduradas nas paredes, o hotel da Vista Alegre é a verdadeira montra da marca centenária. E não é por acaso: inaugurada em novembro de 2015, a unidade de cinco estrelas fica a meia dúzia de metros da fábrica de onde saem cerca de 65 mil porcelanas por dia, fábrica essa que conta, desde maio deste ano, com um museu onde se percorre a história da Vista Alegre através de fotografias e objetos. Vale a pena passear pelo terreiro que une tudo, e onde se encontra ainda o teatro do bairro operário, recentemente recuperado, as lojas da marca — uma delas outlet e com descontos permanentes — e a capela de Nossa Senhora da Penha de França, monumento nacional do século XVII.

De volta ao hotel, uma construção moderna e luminosa virada para o rio Boco — um dos braços da famosa ria de Aveiro –, há 72 quartos no edifício principal e outros 10 dentro do Palácio Vista Alegre, que em tempos serviu de residência do fundador da fábrica. Quer apanhe daqueles dias quentes ou daqueles dias chuvosos de outono, não deixe de dar um mergulho na piscina correspondente — há uma exterior, colada ao rio, e uma interior, aquecida.

Costa Nova, Vista Alegre, Ílhavo,

Todos os quartos foram decorados com louças Vista Alegre pintadas à mão. Se pedir vista de rio, ganha uma varanda panorâmica. (© Jorge Vieira)

Quinta das Lágrimas

Rua António Augusto Gonçalves (Coimbra). Quartos duplos a partir de 140€

A Quinta das Lágrimas quase dispensa apresentações — por aqui já passaram reis e imperadores e, claro, uma história de amor que faz deste local um ponto de paragem obrigatório para os românticos incuráveis. O hotel que ainda hoje presta homenagem à lenda de amor entre o rei D. Pedro e a galega Inês de Castro tem pouco mais de 20 anos mas está alojado num palácio do século XVIII, pelo que percorrer os seus corredores é, na verdade, uma viagem ao passado. Apesar de muita da arquitetura e decoração espelharem o seu legado histórico, o hotel está agora de cara lavada e com remodelações em alguns dos quartos. Mas desengane-se se pensa que a aura romântica está contida dentro de portas — na verdade, ela estende-se aos 12 hectares dos jardins onde estão plantadas árvores dos cinco continentes e onde estão também as famosas Fonte dos Amores e Fonte das Lágrimas, esta última manchada, segundo a lenda, com o sangue de D. Inês.

quinta-das-lagrimas-hotel-galleryquinta_lagrimas-primavera-47-

O hotel completou 21 anos de existência em 2016 mas está alojado num palácio do século XVIII. © Quinta das Lágrimas

Aqua Village Hotel Resort

Caldas de S. Paulo (Oliveira do Hospital). Apartamento T1 a partir de 145€

Ainda não é tempo de ver a neve cair ou deslizar em cima de esquis, mas que isso não seja impedimento para apreciar a Serra da Estrela, aqui tão perto. O Aqua Village, tido como o primeiro resort de cinco estrelas da região centro do país, abriu as portas em meados de setembro para dotar a povoação de Caldas de S. Paulo de uma unidade vocacionada para a saúde e bem estar. Para isso muniu-se de 29 apartamentos (T1 e T2) e de uma suíte presidencial, mas também conta com uma piscina exterior, outra interior com águas termais e ainda uma semicoberta, para não falar da praia fluvial privativa — há de tudo para todos os gostos e temperaturas. A promessa de descanso vai mais longe, com a existência de estruturas suspensas nas copas das árvores onde, no espaço de uma a duas semanas será possível, se o tempo o permitir, ficar de papo para o ar a desfrutar do que a natureza tem para oferecer.

Aqua Village Health (13)

O novíssimo Aqua Village Hotel Resort abriu as portas no passado dia 12 de setembro. © Sara Matos

Train Spot Guesthouse

Estação ferroviária de Beirã/Marvão. Quartos duplos com casa de banho a partir de 55€

Noutros tempos, seria possível apanhar o comboio e sair diretamente num dos quartos desta guesthouse. Isto porque a Train Spot fica na estação ferroviária de Marvão/Beirã, entretanto desativada e classificada como Património Arquitetónico. Ao todo cabem 24 pessoas a bordo, em quartos duplos e triplos com casa de banho partilhada (à maneira dos hostels), quartos duplos e triplos com casa de banho privativa, ou apartamentos para duas ou quatro pessoas. A cerca de oito quilómetros tem a vila medieval do Marvão, perfeita para descobrir quando o calor abrasador do verão dá lugar aos tons castanhos do outono. Se quiser, pode marcar uma série de atividades diretamente com o alojamento, desde escalar no Parque Natural da Serra de São Mamede, passear pelos trilhos do contrabando — ou não estivéssemos muito perto da fronteira com Espanha — ou até aprender a fazer pão alentejano em forno de lenha. Como dizem os responsáveis, “só tem de escolher entre férias a todo o vapor ou férias em marcha lenta”.

train spot marvão

A esplanada, como todos os quartos, fica na antiga estação ferroviária. © Train Spot

RinoTerra Minho

Rua da Costa, 15, Seixas (Caminha). Quartos duplos a partir de 130€

Na ponta Norte de Portugal, quase a chegar à Galiza e a dois quilómetros de Caminha, o RinoTerra é o refúgio perfeito para explorar a região verdejante do Alto Minho. Instalado numa antiga quinta portuguesa, o hotel de charme tem à disposição sete quartos românticos — há até um com cama de dossel –, todos batizados com nomes de ervas e chás, ou não fosse esta uma bebida muito popular no alojamento (e não só na altura do Chá das 5, que tem lugar no salão). Para um descanso ainda mais profundo, aproveite a paz do espaço e também o Jardim das Águas, uma área da quinta constituída por um solário aberto, sauna, sala de massagens e jacuzzi com uma janela panorâmica para a piscina exterior e o relvado.

Rinoterra Minho - Mesa no jardim

O jardim da quinta tem várias zonas para relaxar. © RinoTerra