Universidades

Saiba quais são as universidades mais inovadoras do mundo

215

Número de artigos publicados, de patentes e de citações, além do grau de ligação às empresas, foram os critérios utilizados pela Reuters para selecionar as universidades mais inovadoras do mundo.

A Universidade de Stanford, na Califórnia, é a mais inovadora do mundo

Getty Images

Os Estados Unidos têm a academia mais inovadora do mundo, de acordo com a lista das 100 universidades mais inovadoras, divulgada esta semana pela Reuters. Com 46 universidades na lista, os Estados Unidos são os claros vencedores em termos de inovação, seguidos à distância pelo Japão, com nove instituições no top. França e Coreia do Sul ocupam a terceira posição, com oito universidades na lista.

Veja as fotos do “top 10” do ranking.

O top 10 é dominado pelos Estados Unidos, com oito universidades. A Universidade de Stanford é considerada a instituição mais inovadora do mundo, seguida pelo MIT e pela Universidade de Harvard. A lista das dez melhores conta apenas com uma presença europeia: a Universidade de Leuven, na Bélgica. Já Portugal não conseguiu colocar nenhuma instituição de ensino superior na lista.

Veja a lista completa:

Mas como avaliar o grau de inovação de uma instituição? A Reuters baseou-se exclusivamente em dados objetivos. Começou por identificar cerca de 600 instituições que publicaram o maior número de artigos em revistas científicas entre 2009 e 2014. Depois, cruzaram essa lista com o número de patentes registadas por cada instituição no mesmo período, e a lista foi reduzida apenas às instituições que tivessem registado pelo menos 70 patentes.

Depois de obtida essa lista, cada instituição foi avaliada tendo em conta alguns fatores como a frequência com que as patentes são aprovadas, o número de vezes que os artigos foram citados ou o número de projetos que tiveram um coautor na área da indústria. A Reuters explica detalhadamente o método de elaboração da lista aqui.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt
Governo

Cogitações sobre a remodelação /premium

Maria João Marques

Costa promoveu pessoas com pouquíssima experiência profissional fora da vida política. É dos piores indicadores para qualquer político. Viver sempre na bolha dos partidos é péssimo cartão de visita.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)