A empresa que faz a gestão da rede Multibanco está a venda. Quem o diz é Vítor Bento, chairman da SIBS, em declarações ao jornal Expresso ao final da noite desta terça-feira.

De acordo com Vítor Bento, “não há nenhuma urgência no processo, não sendo de esperar a sua conclusão antes do final do ano”. O economista, que chegou a estar à frente do Banco Espírito Santo depois do afastamento de Ricardo Salgado, revelou ainda que “a natureza” do parceiro deverá estar “alinhada com o negócio”, mas não impõe quaisquer restrições.

O próprio presidente não executivo da SIBS não tem ainda a certeza do alcance desta operação, uma vez que pode apenas introduzir um parceiro novo ou chegar ao controlo total da empresa por um investidor estrangeiro. “Neste momento ainda não há um modelo definido”, revelou Vítor Bento.

Enquanto o parceiro o processo de escolha desse parceiro não terminar, o gestor revelou que “a empresa prosseguirá normalmente a sua estratégia e a sua atividade, visando o desenvolvimento do seu negócio”. A operação deverá ser assessorada pelo Deutsche Bank.