Pacotes de leite, embalagens de detergentes, garrafas de vidro e as côdeas que não comemos. Tudo aquilo que deitamos no lixo durante uma semana foi guardado cuidadosamente por mais de vinte famílias convidadas pelo fotógrafo norte-americano Gregg Segal para participar num projeto que o próprio apelidou de “poderoso”. O plano? Tirar fotografias de família com todo esse lixo como pano de fundo. A missão? Recordar, de uma forma inesquecível, o problema da poluição e do desperdício alimentar.

“7 Days of Garbage” — em português, 7 Dias de Lixo — pretende ser tão impactante para o público como foi para algumas pessoas que participaram no projeto. Houve até quem se recusasse a ser fotografado porque teve vergonha de todo o lixo que produziu. Para Gregg Segal, isso significa que a missão foi cumprida: “Obviamente, a série está a guiar as pessoas para um confronto com o excesso que faz parte das suas vidas. Espero que eles reconheçam que muitos do lixo que eles produzem são desnecessários”.

Veja mais imagens de Gregg Segal no site do fotógrafo ou através da sua página de Facebook.