Moçambique acolhe esta quarta-feira, na cidade da Beira, uma reunião sobre corredores de desenvolvimento da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) em que está prevista a participação de ministros dos transportes da sub-região.

No centro das discussões vai estar o planeamento e desenvolvimento de infraestruturas estratégicas para viabilizar o crescimento do tráfego de mercadorias e passageiros naqueles corredores, anunciou em comunicado o Ministério dos Transportes e Comunicações moçambicano.

Seja através de vias rodoviárias ou ferroviárias, os corredores de desenvolvimento ligam zonas interiores da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) a portos de Moçambique no oceano Índico – caso da cidade da Beira.

Antecedida por encontros de equipas técnicas, a reunião de ministros deverá juntar Moçambique, África do Sul, República Democrática do Congo, Maláui, Zâmbia, Zimbabué e Botsuana.

No final deverão ser assinados dois memorandos de entendimento sobre os corredores de desenvolvimento da Beira e o corredor Norte-Sul. O corredor da Beira inclui o Porto da Beira, a linha férrea de Machipanda (que liga Moçambique e Zimbabué) e a Estrada Nacional n.º 6.

O corredor Norte-Sul é uma iniciativa da SADC que pretende dinamizar o desenvolvimento e melhor exploração das infraestruturas de nove países, num eixo que vai desde o Porto de Durban, na África do Sul, até ao interior da República Democrática do Congo.