A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa vai fazer alterações em vários jogos já a partir de dia 6 de agosto. Uma delas é o fim da oferta do Joker, cerca de 23 anos depois do primeiro sorteio, refere o Diário de Notícias, que acrescenta que está a ser admitida a hipótese de lançamento de novos jogos.

Mas será uma ‘saída em grande’: no último sorteio, o valor do primeiro prémio será atribuído mesmo que ninguém tenha o número da sorte — caso isso aconteça, passa para a categoria seguinte.

Outra das alterações prende-se com o pagamentos do prémios. Agora, os prémios entre 150 e cinco mil euros são pagos através de transferências para a conta bancária dos pontos de venda. Já os prémios iguais ou superiores a cinco mil euros são pagos diretamente ao apostador depois de se identificar no Departamento de Jogos.

A partir do dia 6, os prémios entre dois e cinco mil euros vão passar a poder ser transferidos, em 72 horas, para a conta bancária dos apostadores nos pontos de venda.

Também vai haver alterações no Totobola. Os jogos de reserva vão acabar e a Santa Casa passa a cancelar os desafios e a atribuir como certo os prognósticos (1X2), em caso de cancelamento ou adiamento dos jogos.

A partir de dia 6, os apostadores vão poder ainda consultar os jogos nos pontos de venda, no site da Santa Casa e na aplicação Jogos Santa Casa.

Os prognóstico no Super 14 vão passar a ser iguais aos do Totobola, isto é, 1X2 em vez do número de golos.