Pode parecer uma daquelas tendências duvidosas que se vê nas redes sociais onde as gurus virtuais da beleza juram a pés juntos que este produto inovador faz milagres (mesmo que tenham sido pagas) mas não é bem isso. Está a espalhar-se pela Internet, é certo, porque podemos ver imagens do antes e depois de pessoas comuns iguais a nós, mas tem muito mais que se lhe diga do que uma mera tendência virtual.

O dermaroller, como escreve a revista Marie Claire que abordou os seus prós e contras, é um tratamento que pode ser feito em casa onde uma espécie de rolo com dezenas de micro-agulhas perfuram a superfície da pele como forma de a regenerar porque vão estimular a produção de colagénio. Como resultado, tem efeitos eficazes na descoloração, linhas finas, manchas ou cicatrizes de acne. Claro que os resultados não aparecem da noite para o dia mas ao longo do tempo notam-se melhorias incríveis e é aqui que, graças às redes sociais, se podem ver transformações quase milagrosas que nos fazem abrir os olhos e pensar: preciso de um dermaroller imediatamente.

As micro-agulhas doem?

Sente-se algum desconforto porque a pele é perfurada, mas não dói porque são agulhas de milímetros. Há quem sinta um ligeiro ardor mas que acaba por acalmar.

Como se aplica o dermaroller?

O dermaroller utiliza-se fazendo rolar as agulhas com movimentos suaves, sem fazer pressão (para não sangrar) e nas zonas que se querem tratar. A forma correcta de usar será rolar algumas vezes na zona em três direções: horizontal, vertical e diagonal. Sempre que mudar de direção deve levantar o dermaroller da pele para não arranhar. Este vídeo com mais de 2 milhões de visualizações explica de forma simples como usar.

Como escolher o dermaroller certo?

Existem de vários tamanhos pelo que deve escolher a agulha certa para aquilo que quer. As agulhas entre 0,25 e 0,5 milímetros são boas para aumentar a penetração dos cremes e podem ser usadas diariamente. Para tratamentos de rugas ou cicatrizes de acne, deve usar as agulhas entre 0,5 e 1 milímetro, apenas uma vez por semana. Tudo o que seja acima do 1,5 milímetros já não é seguro usar em casa.

Quais os cuidados antes e depois?

Antes de usar o dermaroller, a pele deve estar bem limpa e desinfetada e deve ser sempre usado à noite. Após o tratamento, passe o rosto por água fria para acalmar e aplique os cremes que utiliza à noite. Na manhã seguinte ao tratamento, nunca esquecer usar protetor solar porque a pele vai estar sensível. Também é importante ter cuidados com o próprio aparelho. Depois da sua utilização, deve ser bem lavado com água quente corrente e limpo com álcool. Depois de seco, deve ser arrumado na sua embalagem (tenha o cuidado de o manter sempre bem arrumado e protegido para que as agulhas não tenham contacto com mais nada).

Lembre-se que nunca deve utilizar o dermaroller na pele inflamada porque pode aumentar as inflamações. Na fotogaleria, veja algumas fotografias de “antes e depois” e algumas sugestões de aparelhos que pode comprar. Falta referir uma coisa importante: o melhor desta tendência é que os dermaroller não são muito caros e já se encontram bons aparelhos a preços simpáticos.