Júlio Mendes, presidente do Vitória de Guimarães, anunciou este domingo à noite a saída de Pedro Martins do comando técnico da equipa profissional do clube. É a primeira consequênca da goleada por 0-5 infligida pelo Sporting Clube de Braga em casa do clube da cidade-berço.

“O ‘mister’ Pedro Martins não é mais treinador deste clube”, afirmou o dirigente, na sala de imprensa do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

No final do jogo, o treinador português de 47 anos tinha afirmado no flash interview da Sport TV que assumia “toda a responsabilidade” pelos maus resultados que o Guimarães obteve nos últimos jogos.

Martins abandona o clube depois de ter chegado ao clube em maio de 2016 e de ter conduzido a equipa ao quarto lugar na época passada e à final da Taça de Portugal, no Estádio Nacional, que viria a perder para o Benfica (2-1).

Nesta época, os vitorianos, sob o comando de Pedro Martins, conseguiram apenas 12 vitórias em 36 jogos relativos ao campeonato, à Taça de Portugal, à Taça da Liga e à Liga Europa, estando no 10.º lugar da I Liga, com 29 pontos, a sete do objetivo mínimo estabelecido, o quinto lugar.

O técnico já orientou também no principal escalão Marítimo (2010/11 a 2013/15) e Rio Ave (2014/15 a 2015/16).