O guarda-redes Iker Casillas disse esta segunda-feira, em entrevista ao jornal Marca, que ainda não tem nada definido em relação ao final de contrato com o FC Porto, em 30 de junho, mas deixou a “porta aberta” aos ‘dragões’.

A realidade é que em 30 de junho acaba o meu contrato com o FC Porto e não sei o que se vai passar. É indiscutível que o presidente Pinto da Costa demonstrou muito interesse e tem-me apoiado muito”, disse o internacional espanhol.

Casillas acrescentou que é uma questão para se falar, mas que não sabe o que se vai passar. “Quero continuar a jogar futebol e se o FC Porto bater à minha porta, irei recebê-los de braços abertos”, adiantou o guardião.

Iker Casillas, de 36 anos, chegou ao FC Porto em 2015 e à terceira época conquistou o primeiro título pelos ‘dragões’, algo que nada altera em relação ao futuro: “Não muda nada. O carinho que me deram foi sempre extraordinário. Estou muito agradecido à cidade do Porto, que me deu a tranquilidade que procurava e necessitava quando saí de Madrid”.

O espanhol insistiu que, na comemoração do título, no Estádio do Dragão, tentou aproveitar o momento e não pensar no futuro, quando os adeptos cantaram o seu nome. “No dia de hoje, provavelmente foi o meu último jogo no Dragão. Não sei o que acontecerá porque num mês acaba o contrato. Tentei desfrutar e que as pessoas desfrutem, que é o mais importante”, acrescentou.

O ex-guarda-redes do Real Madrid não deixou também de comparar a conquista do título pelo FC Porto aos cinco campeonatos que alcançou ao serviço dos ‘merengues’.

“É especial porque há quatro anos que não se ganhava um título e isso é muito tempo para um clube como o FC Porto aqui em Portugal”, explicou, acrescentando que foi uma “vitória justa”, após um domínio de quatro anos do Benfica.

O FC Porto assegurou no sábado o seu 28.º título de campeão nacional de futebol, cinco anos depois, face ao empata a zero entre Sporting e Benfica, em Alvalade, e, no domingo, bateu em casa o Feirense por 2-1, na 33.ª jornada da I Liga. No próximo fim de semana, os ‘dragões’ cumprem o seu derradeiro encontro da temporada e do campeonato, deslocando-se ao reduto do Vitória de Guimarães.