Museus

Estudo sobre públicos do Museu do Azulejo é apresentado em Lisboa

Estudo mostra que franceses, brasileiros e alemães lideram as visitas no Museu do Azulejo, num total de 55 nacionalidades que por ali passam. Maioria são mulheres com elevado nível de escolaridade.

MARIO CRUZ/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Um estudo sobre os públicos do Museu Nacional do Azulejo, em Lisboa, realizado em 2015, pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), em conjunto com investigadores universitários, vai ser apresentado esta quinta-feira, às 18h.

Trata-se do primeiro estudo realizado a 14 museus nacionais, cujos resultados globais foram divulgados em 2016, sendo individualmente anunciados a partir de hoje.

Contactado na segunda-feira pela agência Lusa, José Soares Neves, coordenador científico do estudo, indicou que, no perfil deste museu, os estrangeiros têm um grande peso, com os franceses, brasileiros e alemães a liderar as visitas, por esta ordem.

Este estudo acrescenta nova informação sobre o que já se sabia sobre o perfil dos visitantes do Museu do Azulejo, sendo 82% estrangeiros, na maioria mulheres, e com um nível de instrução e qualificação profissional elevados”, disse o investigador.

José Soares Neves, do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), do ISCTE-IUL, liderou uma equipa científica composta por Jorge Santos, Maria João Lima, Teresa Moura Pereira, Caterina Foà e Margarida Schiappa, enquanto a coordenação executiva esteve a cargo de Teresa Mourão, da DGPC.

Os investigadores do CIES-IUL concluíram que há 55 nacionalidades a visitar habitualmente o museu, 61% são mulheres, com qualificação escolar elevada e desempenho profissional muito qualificado, e uma média de 45 anos, um pouco acima da média para todos os museus, que é de 42 anos.

O Museu Nacional do Azulejo tem por missão recolher, conservar, estudar e divulgar exemplares representativos da evolução da cerâmica e do azulejo em Portugal, promovendo a inventariação, documentação, investigação, classificação, divulgação e conservação e restaurado da cerâmica, em particular do azulejo.

Integra também a salvaguarda patrimonial da igreja e dos demais espaços do antigo Mosteiro da Madre de Deus, onde está instalado.

O estudo — que teve o apoio mecenático da Fundação Millennium BCP e da Oni Telecom/empresa portuguesa de telecomunicações — foi realizado com base em dados obtidos através de um inquérito individual, realizado numa plataforma informática instalada no museu. O Museu Nacional do Azulejo recebeu, durante o ano de 2017, um total de 193.444 visitantes, numa subida de 20% face ao ano anterior.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)