Tal como previsto, a cerimónia foi rápida e reservada aos familiares mais próximos dos duques de Cambridge e aos padrinhos. Com 11 semanas de idade, o príncipe Louis foi batizado na Capela Real do Palácio de St James, em Londres. Depois de ter celebrado o casamento de Harry e Meghan, em maio, Justin Welby, Arcebispo da Cantuária, conduziu a cerimónia de 40 minutos. Pela primeira vez, William, Kate e os três filhos foram fotografados juntos. Os duques de Sussex estiveram presentes, Carlos e Camila também, bem como os pais e a irmã de Kate Middleton. Só a Rainha e o duque de Edimburgo faltaram à cerimónia.

William e Kate, duques de Cambridge, apareceram pela primeira vez com os três filhos. Esta é a primeira fotografia de família © DOMINIC LIPINSKI/AFP/Getty Images

A família esteve reunida em público pela primeira vez. Na verdade, as imagens de William, de mãos dadas com os príncipes George e Charlotte, e de Kate, com o príncipe Louis ao colo, a sair da capela são inéditas. Os cinco nunca tinham sido fotografados juntos. Entre os convidados estiveram Carlos e Camila, Harry e Meghan, Pippa Middleton, grávida de seis meses,e o marido James Matthews, e Michael e Carole Middleton, pais de Kate.

Escusado será dizer que, no que toca ao guarda-roupa, todos os olhos estiveram postos na duquesa de Sussex. Meghan usou um vestido verde azeitona da Ralph Lauren, com chapéu, sapatos, clutch e luvas a condizer. Enquanto isso, Kate optou por vestir-se de pérola, tal como fez Camila. Já o pequeno príncipe, aparentemente, sempre a dormir, vestiu uma réplica da roupão de batismo real, feita à mão por Angela Kelly, a modista da Rainha. A peça original foi usada pela primeira vez em 1841 e, depois disso, pela própria Rainha e respetivos filhos e netos. Já a réplica em questão foi feita para o batizado de James, filho mais novo do príncipe Eduardo, em 2008. Depois disso, também os príncipes George e Charlotte a vestiram no dia dos seus batizados.

Num vídeo divulgado pelo Palácio de Kensington, Kate Middleton aparece a trocar algumas palavras com o arcebispo, já no exterior da capela e enquanto segurava no príncipe. Segundo a Sky News, a duquesa estaria a descrever Louis como “muito tranquilo e sereno”. “Espero que continue assim”, completou.

Durante a cerimónia, foi usada uma outra peça histórica da família real britânica, The Lily Font (que pode traduzir-se para “A Fonte do Lírio”). Uma pia batismal em prata, encomendada pela rainha Victoria e pelo príncipe Alberto para o batizado da princesa Victoria, primeira filha do casal, em 1841. Desde então que é usada em todos os batizados reais. O de Louis, o quinto na linha de sucessão ao trono britânico, não foi exceção, tendo sido usada água proveniente do rio Jordão.

Os duques de Cambridge escolheram seis padrinhos para Louis: Nicholas van Cutsem e Guy Pelly, amigos de William e Harry, Harry Aubrey-Fletcher, amigo de longa data do duque de Cambridge, Lady Laura Meade, amiga de William e Kate e mulher de James Meade, padrinho de Charlotte, Lucy Middleton, prima de Kate por parte do pai, e Hannah Gillingham, uma das melhores amigas de infância de Kate.

Para o batizado, os duques de Cambridge escolheram dois hinos — “O Jesus, I Have Promised” e “Lord of All Hopefulness” –, duas passagens bíblicas — Marco 10:13-16, lida por Lucy Middleton, e Efésios 3:14-19, lida por Guy Pelly, ambos padrinhos do príncipe Louis — e dois cânticos — “This is the day which the Lord hath made”, composto para o casamento de William e Kate, em 2011, e “Suo Gân”, uma canção de embalar tradicional do País de Gales. Ambos foram entoados pelo Coro da Capela Real de Sua Majestade.

Meghan Markle usou um vestido Ralph Lauren na sua estreia oficial no papel de tia © Dominic Lipinski – WPA Pool/Getty Images

De fora das celebrações, pelo menos na capela, ficou a Rainha e o duque de Edimburgo. O Palácio de Kensington afirma que a ausência de Isabel II, que esteve nos batizados de George e Charlotte, já era prevista e que não esteve relacionada com questões de saúde. Na origem da decisão esteve a agenda preenchida da Rainha na última semana, bem como a visita oficial de Donald Trump ao Reino Unido no final desta semana.

Depois da cerimónia, William e Kate receberam os convidados para um chá privado, onde foi servido também o bolo de batizado de Louis, retirado de uma das oito camadas do bolo de casamento do casal. Manda a tradição real que parte do bolo de casamento seja conservado para ser servido aos convidados no batizado do primeiro filho. Os duques de Cambridge vão mais longe e serviram o dito bolo, feito em abril de 2011, nos batizados dos três filhos. E por falar em tradições reais, Matt Holyoak foi o escolhido para ser o fotógrafo oficial do momento, depois de, em novembro do ano passado, ter desempenhado o mesmo papel, por ocasião do 70º aniversário de casamento da Rainha e do príncipe Philip.