O fim de semana nem sequer foi muito bom para o LA Galaxy: a equipa de Los Angeles já tinha sofrido três golos antes ainda do intervalo e acabou por perder 5-3 com o Toronto FC. Mas para Zlatan Ibrahimovic, a estrela do Galaxy, o fim de semana esteve perto de ser perfeito. O avançado sueco marcou o primeiro golo da equipa através de um remate meio kung fu. meio karaté. e assinou o golo 500 da carreira.

Ibrahimovic bateu o guarda-redes do Toronto FC com um remate já dentro da grande área depois de um lançamento longo de um colega de equipa. Com a bola no ar, o sueco desferiu um spinning volley — um remate de primeira em rotação — e submeteu uma clara candidatura ao prémio Puskás, o galardão que premeia os melhores golos da temporada.

“Estou feliz pelo Toronto FC porque serão recordados como a minha 500.ª vítima”, brincou o avançado de 36 anos na flash interview depois do jogo. Ibrahimovic juntou-se assim a Cristiano Ronaldo e a Lionel Messi e tornou-se o terceiro jogador no ativo a ter marcado mais de 500 golos ao serviço de clubes e seleções.

No Instagram, Ibra partilhou uma imagem onde surge com um martelo que faz lembrar o de Thor, a personagem mitológica, e onde se pode ler “Godofgoals”, Deus dos golos, em português. Horas depois, publicou um vídeo que reúne alguns dos melhores golos dos já 19 anos enquanto jogador profissional. O avançado começou a carreira no Malmö, na Suécia, e desde aí já passou por Ajax, Juventus, Inter Milão, Barcelona, AC Milan, PSG, Manchester United e agora LA Galaxy. Foi campeão holandês por duas vezes, campeão italiano em quatro ocasiões, quatro vezes campeão francês e ainda campeão espanhol numa temporada. Nunca venceu a Liga dos Campeões mas é o único jogador a ter disputado jogos da Champions ao serviço de sete clubes diferentes.