A queda recente do Benfica no ‘ranking’ europeu levou Rui Vitória a defender o seu registo nas provas europeias, antes da visita ao Belenenses, no sábado, para a oitava jornada da I Liga de futebol.

Na sequência do desaire (1-0) de terça-feira com o Ajax, em Amesterdão, para a terceira ronda da fase de grupos da Liga dos Campeões, o técnico dos ‘encarnados’ recorreu a “números e factos” que explicam a descida do top-10 até ao atual 21.º lugar na hierarquia de clubes da UEFA.

“Sabem quem é o treinador com mais vitórias em menos número de jogos da ‘Champions’? Sou eu. Jogámos com uma equipa difícil, que nos últimos nove jogos ganhou seis. Vamos olhar para tudo. O treinador com mais vitórias no rácio jogos/vitórias sou eu. Temos dois jogos em casa e um fora. Vamos trabalhar para ganhar, a fase de grupos está em aberto”, afirmou.

Na conferência de imprensa realizada no Estádio da Luz, Rui Vitória desvalorizou também o peso no seio do grupo da derrota sofrida nos ‘descontos’ com o conjunto holandês. Sem deixar de admitir a “tristeza pontual”, o treinador assegurou que os seus jogadores têm maturidade e experiência para superar a situação.

“O jogo de terça teve um impacto pontual. Passado algum tempo, houve uma preocupação muito grande dos jogadores de traduzir aquela injustiça no trabalho. Fizemos uma entrada fantástica, criámos muitos problemas ao Ajax e o próprio treinador da equipa adversária enalteceu o nosso valor. Amanhã [sábado] sabemos que vamos ter um jogo diferente”,l disse.

De seguida, o técnico do Benfica centrou as atenções no Belenenses para tecer elogios ao conjunto orientado por Silas, apesar da prestação abaixo das expectativas no campeonato, no qual é apenas o 13.º classificado.

“Vai ser um jogo interessante. Do ponto de vista pontual, o Belenenses não começou como queria, mas tem bons princípios, tem a preocupação de jogar bem e gosta de impor a sua forma de jogar. Temos de ser perspicazes, mentalmente fortes e entender o que o adversário quer fazer”, notou, embora tenha acentuado os “argumentos para ganhar” da sua equipa.

Confrontado com o facto de os ‘azuis’ acolherem o encontro no Estádio do Jamor e não no Restelo, Rui Vitória não atribuiu importância à mudança de cenário, lembrando que o adversário já está a jogar no Jamor desde o início da presente temporada.

Por fim, o técnico dos ‘encarnados’ comentou o sorteio da quarta eliminatória da Taça de Portugal, que destinou ao clube da Luz a receção ao Arouca, que milita atualmente na II Liga. “O Arouca tem estado no principal campeonato e agora não está, mas é uma equipa que trabalha bem. Não é a minha preocupação fundamental agora, mas não há jogos fáceis. A Taça é sempre um motivo de ambição para as equipas”, finalizou.

O desafio entre o Belenenses, 13.º classificado, com sete pontos, e o Benfica, primeiro, com 17, está marcado para este sábado, às 20:30, no Estádio do Jamor.