Sri Lanka

Presidente do Sri Lanka suspende parlamento e aprofunda crise

O Presidente do Sri Lanka suspendeu o parlamento até 16 de novembro, apesar de o primeiro-ministro que demitiu afirmar ter o apoio da maioria.

JUSTIN LANE/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O Presidente do Sri Lanka suspendeu este sábado o parlamento até 16 de novembro, apesar de o primeiro-ministro que demitiu afirmar ter o apoio da maioria.

Chaminda Gamage, um porta-voz do presidente do parlamento, confirmou hoje a ação do Presidente Maithripala Sirisena.

A suspensão ocorreu enquanto o primeiro-ministro, Ranil Wickremesinghe, dava uma conferência de imprensa, na qual afirmava poder provar que tinha apoio maioritário no parlamento.

Sirisena demitiu Wickremesinghe e o seu gabinete na sexta-feira, substituindo-o por um ex-homem-forte, criando o que alguns observadores consideram poder vir a ser uma crise constitucional naquele país insular do sul da Ásia.

Sirisena informou Wickremesinghe de que seria substituído pelo seu antigo inimigo, Mahinda Rajapaksa.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)