A taxa de atualização dos preços dos transportes públicos para o próximo ano define um aumento médio até 1,14%. Esta taxa foi fixada pelo regulador dos transportes com base na evolução média do índice de preços ao consumidor verificada entre setembro de 2017 e outubro de 2019.

Esta taxa foi divulgada pela Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) depois de ter sido publicada esta segunda-feira uma portaria que aprova as regras gerais a seguir pelas autoridades de transportes na fixação dos tarifários. Esta taxa será usada como referência pelos operadores nas propostas de atualização de preços a apresentar até 1 de dezembro para validação do regulador. No entanto, pode haver aumentos superiores a 1,14% em algumas tarifas.

De acordo com a portaria, a atualização a aplicar em cada tarifa não pode ser superior a 1,5 vezes a TAT (taxa de atualização dos transportes), o que tendo como referência o valor fixado pela AMT pode ir até aos 1,7%. Há exceções ainda para o efeito da regra de arredondamentos para os cinco cêntimos mais próximos, para cima ou para baixo de acordo com as regras definidas na portaria.

No ano passado, os transportes públicos sofreram um aumento médio até 2,5%, acima da inflação e que foi a maior subida em cinco anos.

Transportes vão ter um aumento até 2,5% em 2018