Eleições

Ex-Presidente Andry Rajoelina venceu segunda volta das eleições de Madagáscar

Andry Rajoelina alcançou 55,66% dos votos, contra os 44,34% atribuídos ao seu rival, o também antigo Presidente Marc Ravalomanana. Apenas 48% dos eleitores votaram a 19 de dezembro na segunda volta.

O ex-Presidente de Madagáscar Andry Rajoelina vence a segunda volta das eleições presidenciais no país

HENITSOA RAFALIA/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O ex-Presidente de Madagáscar Andry Rajoelina venceu a segunda volta das eleições presidenciais no país, segundo os resultados provisórios divulgados esta quinta-feira pela comissão eleitoral.

Andry Rajoelina (chefe de Estado entre 2009 e 2014) alcançou 55,66% dos votos, contra os 44,34% atribuídos ao seu rival, o também antigo Presidente (2002 – 2009) Marc Ravalomanana, de acordo com os dados da comissão eleitoral.

O Tribunal Constitucional de Madagáscar, uma ilha do Oceano Índico, tem nove dias para declarar os resultados finais das eleições.

Apenas 48% dos eleitores votaram a 19 de dezembro na segunda volta disputada entre os dois candidatos. Marc Ravalomanana anunciou que o que chamou “massiva fraude” na segunda volta, na semana passada, iria servir de suporte para “defender” os seus votos. As duas voltas foram disputadas pela primeira vez desde os tumultos de 2009.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Igreja Católica

A Europa e a Páscoa dos Cristãos no Mundo

Raquel Vaz-Pinto
173

Ao celebrar a Páscoa e a sua compaixão devíamos reflectir sobre os sacrifícios dos cristãos que vivem longe e fazer a pergunta difícil e dolorosa: conseguiríamos manter a Fé e de seguir o seu exemplo?

PS

De novo, a propaganda socialista a chegar ao fim /premium

João Marques de Almeida
1.230

Uma certeza temos em relação aos governos do PS: está tudo a correr muito bem até ao dia em que começa tudo a correr muito mal. É quando a “política de comunicação” se torna curta para tanta realidade

Educação

Estado-educador e Estado-cultura, em marcha?

Mário Pinto

Não existe uma educação para a cidadania única e institucional. Há várias concepções de cidadania, mesmo como concepções de vida democrática, pois há pluralismo social e cultural, ou moral e religioso

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)